Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/1048
Title: A (des)articulação entre os níveis de atenção à saúde dos Bororo no Polo-Base Rondonópolis do Distrito Sanitário Especial Indígena de Cuiabá-MT
Authors: Vargas, Karem Dall" Acqua
Misoczky, Maria Ceci
Weiss, Maria Clara Vieira
Costa, Wildce da Graça Araujo
Affilliation: Fisioterapeuta, Mestre em Saúde Coletiva, responsável técnica pela Área Estratégica de Saúde Indígena da Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso.
Médica, Professora Doutora da Escola de Administração da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Nutricionista, Professora Pós-Doutora do Instituo de Saúde Coletiva da Universidade Federal de Mato Grosso
Enfermeira, Professora Doutora do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal de Mato Grosso.
Abstract: Este artigo se origina de uma pesquisa cujo objetivo foi avaliar as estratégias locorregionais de articulação entre os níveis de cuidado à saúde, considerando tanto a adequação às normas existentes (estratégia deliberada), quanto os desenvolvimentos criativos (estratégias emergentes) realizados nos contextos locorregionais estudados. A referência para julgamento (ato inerente à pesquisa avaliativa) foi a coerência com os princípios constitucionais definidores do SUS. Na realização do estudo de caso aqui relatado, foram obtidas informações através de documentos secundários, observação direta extensiva, questionários e entrevistas em profundidade com informantes-chave. Os resultados mostraram, com relação à articulação da atenção básica com os demais níveis de atenção à saúde dos Bororo no Polo-Base Rondonópolis, o predomínio de um modelo de organização dos serviços voltado para ações especializadas e de alto custo, em detrimento da valorização dos conhecimentos populares e das práticas de saúde tradicionais. Além disso, a estratégia deliberada para os Distritos Sanitários Especiais Indígenas foi transformada, tendo emergido uma estrutura como a preconizada pela noção de distrito sanitário sem atenção às especificidades da saúde indígena. Confirmou-se a suposição geral que orientou este estudo, segundo a qual existe uma enorme distância entre o que é declarado e formalizado nos planos elaborados de acordo com as normatizações e o que efetivamente ocorre no cotidiano dos serviços e no fluxo dos usuários.
Keywords: Brasil
Índios Sul-Americanos
Saúde de Populações Indígenas
Mato Grosso
Região Centro-Oeste
DSEI Cuiabá
Distritos Sanitários Especiais Indígenas
Bororo
Sistemas Locais de Saúde
Serviços de Saúde do Indígena
Issue Date: 2010
Publisher: IMS-UERJ
Citation: VARGAS, Karem Dall'acqua; MISOCZKY, Maria Ceci; WEISS, Maria Clara Vieira; COSTA, Wildce da Graça Araujo. A (des)articulação entre os níveis de atenção à saúde dos Bororo no Polo-Base Rondonópolis do Distrito Sanitário Especial Indígena de Cuiabá-MT. Physis: Revista de Saúde Coletiva, v. 20, n. 4, p. 1399-1418, 2010.
metadata.dc.identifier.doi: 10.1590/S0103-73312010000400018
ISSN: 0103-7331
Copyright: open access
Appears in Collections:PSSI - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
237820925.pdf800.79 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.