Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/1206
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorTeixeira, Carla Costa-
dc.date.accessioned2019-10-08T18:14:24Z-
dc.date.available2019-10-08T18:14:24Z-
dc.date.issued2012-
dc.identifier1678-9857-
dc.identifier.citationTEIXEIRA, Carla Costa. A produção política da repulsa e os manejos da diversidade na saúde indígena brasileira. Revista de Antropologia, v. 55, n. 2, p. 567-608, 2012.en_US
dc.identifier.issn1678-9857-
dc.identifier.urihttp://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/1206-
dc.description.abstractConsiderando a permanência de práticas e percepções concernentes ao princípio do higienismo e da busca por mudanças comportamentais observadas nas ações cotidianas dos profissionais da saúde e da engenharia sanitária nas terras indígenas, este artigo busca refletir sobre os processos políticos, normativos e técnicos que sustentam sua atualização no contexto atual de conquista de direitos pelos povos indígenas. Desta forma, aponta para os manejos da diversidade cultural na história recente de nosso país que, em nome da inclusão dos povos indígenas, parecem estar produzindo novas hierarquias cívicas e civilizatórias. Ao privilegiar a análise do manual de formação do agente indígena de saneamento, inserindo-o no contexto recente de construção da política de saúde indígena brasileira, este trabalho busca contribuir para a compreensão de processos de estatização específicos que articulam práticas e normas, emoções e regras, representações e valores, profissionais de saúde (e engenharia), indígenas (“usuários” e lideranças) e gestores no cerne da construção da cidadania diferenciada.en_US
dc.language.isopor-
dc.publisherUniversidade de São Pauloen_US
dc.rightsopen accessen_US
dc.subject.otherBrasilen_US
dc.subject.otherÍndios Sul-Americanosen_US
dc.subject.otherSaúde de Populações Indígenasen_US
dc.subject.otherFormação Profissional em Saúdeen_US
dc.subject.otherPessoal de Saúdeen_US
dc.subject.otherFUNASAen_US
dc.subject.otherSaneamento Básicoen_US
dc.subject.otherFormulação de Políticasen_US
dc.subject.otherIndigenismoen_US
dc.subject.otherPesquisa Qualitativaen_US
dc.subject.otherTrabalho em Saúdeen_US
dc.subject.otherPolítica de Saúde Indígenaen_US
dc.subject.otherDiversidade Culturalen_US
dc.subject.otherAgente Indígena de Saneamentoen_US
dc.subject.otherHigiene e Saúdeen_US
dc.subject.otherMateriais de Ensinoen_US
dc.titleA produção política da repulsa e os manejos da diversidade na saúde indígena brasileiraen_US
dc.typeArticleen_US
dc.creator.affilliationUniversidade de Brasília. Brasília, DF, Brasilen_US
dc.subject.decsBrasilen_US
dc.subject.decsSaúde de Populações Indígenasen_US
dc.subject.decsÍndios Sul-Americanosen_US
dc.subject.decsCapacitação de Recursos Humanos em Saúdeen_US
dc.subject.decsPessoal de Saúdeen_US
dc.subject.decsSaneamento Básicoen_US
dc.subject.decsFormulação de Políticasen_US
dc.subject.decsDiversidade Culturalen_US
dc.subject.decsMateriais de Ensinoen_US
Appears in Collections:PSSI - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
319199191.pdf3.86 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.