Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/1221
Title: Morbidade hospitalar em crianças indígenas Suruí menores de dez anos, Rondônia, Brasil: 2000 a 2004
Other Titles: Hospital morbidity in Suruí indigenous children under ten years old, Rondonia, Brazil, 2000 to 2004
Authors: Orellana, Jesem Douglas Yamall
Basta, Paulo Cesar
Santos, Ricardo Ventura
Coimbra Junior, Carlos E. A.
E.a, Carlos
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisa Leônidas e Maria Deane. Manaus, AM, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Universidade Federal do Rio de Janeiro. Museu Nacional. Departamento de Antropologia. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Abstract: Objetivos: analisar o perfil de morbidade hospitalar de crianças indígenas atendidas na rede de serviços do Sistema Único de Saúde. Métodos: foram investigados 380 registros de internação hospitalar de crianças indígenas Suruí menores de 10 anos de idade atendidas na rede hospitalar do município de Cacoal, Rondônia, a partir de dados coletados no Hospital Materno-Infantil, instituição pública, e no Hospital Infantil e Maternidade Menino Jesus, instituição particular, no período de 2000 a 2004. Esses dois hospitais concentram o atendimento a indígenas no município. Utilizou-se a Classificação Internacional de Doenças (CID), 10.a revisão, para a classificação dos diagnósticos. Resultados: as doenças do aparelho respiratório - Cap. X (58,2%) figuraram como o principal motivo de internação hospitalar. Doenças infecciosas e parasitárias (Cap I) apresentaram-se como a segunda maior causa (35,0%) e afecções originadas no período perinatal (Cap XVI) como a terceira (3,2%). Outras causas contribuíram individualmente com menos de 1,5% do total, que somadas não atingiram 4%. A maioria das internações (65,5%) foram de crianças <2 anos de idade. O tempo médio de internação foi significativamente superior no hospital público em relação ao privado. Conclusões: o perfil de morbidade hospitalar observado nas crianças Suruí evidencia não somente a precariedade das suas condições de saúde, como também problemas estruturais no que tange às ações de atenção básica. Recomenda-se a realização de estudos que visem aprofundar aspectos epidemiológicos relacionados às internações hospitalares em populações indígenas, fundamentais para o desenvolvimento de ações de saúde mais adequadas. Palavras-chave Hospitalização, Morbidade, Serviços de Saúde, Saúde da Criança, Índios Sul-Americanos
Abstract: Objectives: to analyze the pattern of hospital morbidity of Suruí Indian children at the local network of the Brazilian Universal Health System. Methods: inpatient data were obtained for 380 children <10 years old hospitalized during 2000 to 2004 at the two hospitals in the city of Cacoal, State of Rondônia, to which Indian patients are referred to Hospital Materno-Infantil (public) and Hospital Infantil e Maternidade Menino Jesus (private). Hospitalization causes were classified according to the International Disease Classification 10th revision. Results: diseases of the respiratory system - Chapter X (58.2%) were the most frequent cause of hospitalization, followed by certain infectious and parasitic diseases - Chapter I (35.0%) and other conditions developed in the perinatal period - Chapter XVI (3.2%). All other causes contributed with less that 1.5% of the total number of admissions, totaling less than 4.0% combined. The majority of hospital admissions (65.5%) were observed in children <2 years old. The average number of hospitalization days was significantly higher in public hospital. Conclusions: the hospital morbidity pattern observed in Suruí children not only discloses their precarious health conditions, but it also points to structural deficiencies at the primary healthcare level. The authors understand that more research is needed to better grasp the epidemiologic background associated with hospitalization causes in Indigenous populations. This information is of paramount value in order to better plan the health interventions aimed at these populations.
Keywords: Brasil
Índios Sul-Americanos
Região Norte
Saúde de Populações Indígenas
Mato Grosso
Região Amazônica
Epidemiologia
Região Centro-Oeste
Suruí
Rondônia
Saúde da Criança
Morbidade
Serviços de Saúde
Estudos Epidemiológicos
Hospitalização
Classificação Internacional de Doenças
DSEI Vilhena
Desigualdades em Saúde
Doenças Infecciosas e Parasitárias
Sistemas de Informação em Saúde
Registros Médicos
Suruí de Rondônia
Doenças Respiratórias
DeCS: Brasil
Índios Sul-Americanos
Saúde de Populações Indígenas
Ecossistema Amazônico
Epidemiologia
Saúde da Criança
Morbidade
Serviços de Saúde
Estudos Epidemiológicos
Hospitalização
Classificação Internacional de Doenças
Sistemas Locais de Saúde
Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI)
Disparidades nos Níveis de Saúde
Sistemas de Informação em Saúde
Registros Médicos
Doenças Respiratórias
Issue Date: 2007
Publisher: Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira
Citation: ORELLANA, Jesem Douglas Yamall. et al. Morbidade hospitalar em crianças indígenas Suruí menores de dez anos, Rondônia, Brasil: 2000 a 2004. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil, v. 7, n. 3, p. 281-287, 2007.
metadata.dc.identifier.doi: 10.1590/S1519-38292007000300007
ISSN: 1519-3829
Other Identifiers: 10.1590/S1519-38292007000300007
1519-3829
Copyright: open access
Appears in Collections:EPI - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
456745545.pdf55.12 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.