Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/1307
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorBaggio, Érica-
dc.contributor.authorNascimento, Vagner Ferreira do-
dc.contributor.authorTerças, Ana Claudia Pereira-
dc.contributor.authorHattoti, Thalise Yuri-
dc.contributor.authorAtanaka, Marina-
dc.contributor.authorLemos, Elba Regina Sampaio-
dc.date.accessioned2019-11-07T18:59:04Z-
dc.date.available2019-11-07T18:59:04Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.citationBAGGIO, Érica; et al. O cuidar da saúde para a mulher indígena Haliti-Paresí. Revista de Enfermagem UFPE, v. 12, n. 3, p. 729-737, 2018.en_US
dc.identifier.issn1981-8963-
dc.identifier.urihttp://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/1307-
dc.description.abstractObjetivo: verificar como as mulheres indígenas definem e promovem saúde. Método: estudo qualitativo, descritivo-exploratório, com 12 mulheres indígenas Haliti-Paresí. Os dados foram produzidos a partir de entrevistas semiestruturadas. Para análise dos dados, utilizou-se a técnica de Análise de Conteúdo na modalidade Análise Temática, fundamentada na Teoria da Diversidade e Universalidade do Cuidado Cultural. Resultados: identificou-se que as indígenas definem saúde como algo primordial que dá sentido ao viver e que vai além da dimensão biológica. Além disso, há uma articulação entre os saberes populares e biomédicos, com preferência aos saberes indígenas aplicados no interior da comunidade. Elas reconhecem que hábitos não saudáveis estão presentes no cotidiano indígena e demonstram preocupação buscando meios para promover a saúde da família. Conclusão: os valores culturais necessitam ser integrados à assistência para melhoria da saúde indígena, em uma perspectiva de construção de um novo paradigma para abordagem do processo saúde- doença.en_US
dc.language.isopor-
dc.publisherUniversidade Federal de Pernambucoen_US
dc.rightsopen accessen_US
dc.subject.otherBrasilen_US
dc.subject.otherÍndios Sul-Americanosen_US
dc.subject.otherSaúde de Populações Indígenasen_US
dc.subject.otherMato Grossoen_US
dc.subject.otherRegião Amazônicaen_US
dc.subject.otherRegião Centro-Oesteen_US
dc.subject.otherMedicina Tradicionalen_US
dc.subject.otherSaúde da Mulheren_US
dc.subject.otherAntropologia da Saúdeen_US
dc.subject.otherEstudo Qualitativoen_US
dc.subject.otherHaliti-Paresíen_US
dc.subject.otherParesíen_US
dc.titleO cuidar da saúde para a mulher indígena Haliti-Paresíen_US
dc.typeArticleen_US
dc.creator.affilliationUniversidade do Estado de Mato Grosso/UNEMAT. Arenápolis, MT, Brasil.en_US
dc.creator.affilliationUniversidade do Estado de Mato Grosso/UNEMAT. Tangará da Serra, MT, Brasilen_US
dc.creator.affilliationUniversidade do Estado de Mato Grosso/UNEMAT. Tangará da Serra, MT, Brasilen_US
dc.creator.affilliationUniversidade do Estado de Mato Grosso/UNEMAT. Cuiabá, MT, Brasilen_US
dc.creator.affilliationUniversidade do Estado de Mato Grosso/UNEMAT. Cuiabá, MT, Brasilen_US
dc.creator.affilliationFundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, Brasilen_US
dc.subject.decsBrasilen_US
dc.subject.decsSaúde de Populações Indígenasen_US
dc.subject.decsÍndios Sul-Americanosen_US
dc.subject.decsEcossistema Amazônicoen_US
dc.subject.decsMedicina Tradicionalen_US
dc.subject.decsSaúde da Mulheren_US
dc.subject.decsAntropologia da Saúdeen_US
dc.subject.enHealth of Indigenous Peoplesen_US
dc.subject.enBrazilen_US
Appears in Collections:ASMT - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
016762368.pdf685.19 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.