Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/1342
Title: Transmissão da tuberculose na tríplice fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina
Other Titles: Tuberculosis transmission in the triple border region: Brazil, Paraguay, and Argentina
Authors: Braga, José Ueleres
Herrero, Maria Belén
Cuellar, Célia Martinez de
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Rio de Janeiro,RJ, Brasil.
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Centro Biomédico. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Centro de Estudios de Estado y Sociedad. Área Salud Economía y Sociedad. Buenos Aires, Argentina.
Ministerio de Salud Pública. Programa Nacional de Control de la Tuberculosis. Asunción, Paraguay.
Abstract: A tuberculose é um problema de saúde pública na América do Sul e muitas estratégias de controle têm se mostrado ineficazes em cenários com intensa transmissão. O objetivo é determinar se a região da tríplice fronteira entre Brasil/Paraguai/Argentina constitui uma área de elevada transmissão da tuberculose. Um estudo ecológico foi conduzido com dados de incidência e as estimativas populacionais dos três países. Taxas médias de incidência foram calculadas para 2001 a 2007. Técnicas de análise espacial identificaram áreas de maior incidência na região por meio de mapas com suavizações bayesianas das taxas e médias espaciais. Nesse período, Foz do Iguaçu teve as mais elevadas incidências, seguido por Ciudad del Este no Paraguai e Puerto Iguazú na Argentina. Detectou-se cluster espacial de municípios com alto risco de ocorrência de tuberculose na região da tríplice fronteira. A tuberculose nessa área tem taxas de notificação ascendentes ou estáveis, municípios com incidência acima da média estadual e esta é uma região de elevada incidência e, portanto, de alta transmissão.
Abstract: Tuberculosis is a public health problem in South America, but numerous control strategies have proven ineffective in settings with intense transmission. This study aimed to determine whether the triple border region between Brazil, Argentina, and Paraguay is an area of high tuberculosis transmission. An ecological study was conducted with incidence data and population estimates for the three countries. Mean incidence rates were calculated for 2001 to 2007. Spatial analysis techniques identified high-incidence areas in the region using maps with Bayesian smoothing of rates and spatial averages. During the target period, Foz do Iguaçu, Brazil, had the highest incidence, followed by Ciudad del Este in Paraguay, and Puerto Iguazú in Argentina. The analysis showed a spatial cluster of municipalities with high tuberculosis risk in the triple border region. Tuberculosis in the tri-border area shows increasing or stable incidence rates and municipalities with incidence rates above the State average. The area has high tuberculosis incidence and therefore heavy transmission of the disease.
Keywords: Tuberculose
Brasil
Índios Sul-Americanos
Saúde de Populações Indígenas
Epidemiologia
Argentina
Paraguai
Estudos Epidemiológicos
Doenças Infecciosas e Parasitárias
Inquéritos de Saúde
DeCS: Brasil
Índios Sul-Americanos
Saúde de Populações Indígenas
Epidemiologia
Estudos Epidemiológicos
Inquéritos Epidemiológicos
Argentina
Paraguai
Tuberculose
Issue Date: Jul-2011
Publisher: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca
Citation: BRAGA, José Ueleres; HERRERO, Maria Belén; CUELLAR, Célia Martinez de. Transmissão da tuberculose na tríplice fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina. Cadernos de Saúde Pública, v. 27, n. , p. 1271-1280, 2011.
metadata.dc.identifier.doi: 10.1590/S0102-311X2011000700003
ISSN: 0102-311X
Copyright: open access
Appears in Collections:EPI - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
495630068.pdf1.07 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.