Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/1366
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorUlhôa Netto, Edilene-
dc.contributor.authorFerreira, Tales Francisco Leonhardt-
dc.contributor.authorDrummond, Marisa Maia-
dc.contributor.authorSanchez, Heriberto Fiúza-
dc.date.accessioned2019-11-29T18:24:12Z-
dc.date.available2019-11-29T18:24:12Z-
dc.date.issued2012-
dc.identifier0103-6971-
dc.identifier.citationULHÔA NETTO, Edilene. et al. Perda dentária e necessidade de prótese na população indígena Pataxó. Revista Gaúcha de Odontologia, Porto Alegre, v. 60, n. 2, p. 195-201, abr./jun. 2012.en_US
dc.identifier.issn0103-6971-
dc.identifier.issn0103-6971-
dc.identifier.urihttp://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/1366-
dc.description.abstractObjetivo Conhecer a prevalência da perda dentária e necessidade de prótese da população indígena Pataxó, município de Carmésia, Minas Gerais, Brasil. Métodos Estudo descritivo realizado a partir de dados secundários, coletados por alunos de uma Faculdade de Odontologia, no segundo semestre de 2006. Toda a população acima de 14 anos foi examinada, sendo realizado um censo das 152 pessoas acima dessa idade segundo critérios da Organização Mundial da Saúde. Os dados foram analisados através do programa SPSS 15.0, tabulados e apresentados conjuntamente, em valores absolutos e percentuais, por faixa etária. Resultados A perda dentária inicia-se entre 15 e 19 anos. Cresce com o aumento da idade chegando à média de 18,71±13,19 dentes perdidos por pessoa na faixa etária de 65-74 anos. Nas três aldeias cada indivíduo perdeu em média 5,51±8,47 dentes. A necessidade de prótese parcial na faixa etária de 35-44 anos é de 73,07 % no arco superior e 76,92% no inferior. A necessidade de prótese total nessa mesma faixa etária é de 11,53% no arco superior e 7,69% no inferior. Conclusão A comunidade pesquisada caracteriza-se por ser uma população acometida precocemente pela perda dentária e pelo edentulismo. Ocorre uma transição da necessidade de prótese parcial para a de prótese total à medida que a população envelhece, devido ao aumento do número de dentes perdidos por pessoa. Os índices de perda dentária e de necessidade de prótese são maiores que na população do Sudeste e brasileira.en_US
dc.language.isoeng-
dc.publisherFaculdade São Leopoldo Mandicen_US
dc.rightsopen accessen_US
dc.subject.otherBrasilen_US
dc.subject.otherÍndios Sul-Americanosen_US
dc.subject.otherEpidemiologiaen_US
dc.subject.otherRegião Sudesteen_US
dc.subject.otherSaúde Bucalen_US
dc.subject.otherEstudos Epidemiológicosen_US
dc.subject.otherMinas Geraisen_US
dc.subject.otherPataxóen_US
dc.subject.otherSaúde de População Indígenasen_US
dc.titlePerda dentária e necessidade de prótese na população indígena Pataxóen_US
dc.title.alternativeTooth loss and need of denture in Pataxó Nativesen_US
dc.typeArticleen_US
dc.creator.affilliationUniversidade Federal de Minas Gerais. Faculdade de Odontologia. Belo Horizonte, MG, Brasil.en_US
dc.description.abstractenObjective This study determined the prevalence of missing teeth and need of denture in Pataxó Natives from the city of Carmésia, Mina Gerais, Brazil. Methods A descriptive study was done in 2006 using secondary data collected by a team of interns attending the rural internship program available during the ninth semester of a school of dentistry. The entire population older than 14 years was examined according to the World Health Organization criteria, totaling 152 individuals from three villages. The data were analyzed by the SPSS 15.0 software, tabulated and expressed as means and percentages according to age group. Results Tooth loss in the sample began between 15 and 19 years of age and increased over time, reaching a mean of 18.71±13.19 missing teeth per individual in the 65-74-year age group. The mean number of missing teeth for the entire population was 5.51±8.47 teeth per individual. Most individuals aged 35-44 years needed a partial denture in the upper (73.07%) and lower (76.92%) arches. Some individuals in this same age group also needed full dentures in the upper (11.53%) and lower (7.69%) arches. Conclusions The study community suffers from early tooth loss and edentulism. Tooth loss and need of denture are higher among the Pataxó Natives than among the general Brazilian population.en_US
dc.subject.decsBrasilen_US
dc.subject.decsÍndios Sul-Americanosen_US
dc.subject.decsSaúde de Populações Indígenasen_US
dc.subject.decsEpidemiologiaen_US
dc.subject.decsSaúde Bucalen_US
dc.subject.decsEstudos Epidemiológicosen_US
Appears in Collections:EPI - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
275227886.pdf222.59 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.