Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/1368
Título: Singularidades culturais: o acesso do idoso indígena aos serviços públicos de saúde
Título(s) alternativo(s): Cultural singularities: indigenous elderly access to Public Health Service
Singularidades culturales: el acceso del anciano indígena a los servicios públicos de salud
Autor(es): Borghi, Ana Carla
Alvarez, Angela Maria
Marcon, Sonia Silva
Carreira, Lígia
Afiliação: Universidade Estadual de Maringá. Departamento de Enfermagem. Maringá, PR, Brasil.
Universidade Federal de Santa Catarina. Departamento de Enfermagem. Florianópolis, SC, Brasil.
Resumo: Objetivo: Descrever como idosos Kaingang e seus cuidadores principais experienciam o acesso aos serviços públicos de saúde. Método: Estudo qualitativo, norteado pela etnografia, realizado com 28 idosos e 19 cuidadores. Os dados foram coletados entre novembro de 2010 e fevereiro de 2013 por intermédio de entrevistas e observação participante, analisados por meio da etnografia. Resultados: Revelaram as facilidades e as dificuldades no acesso do idoso aos serviços de saúde. Facilidade para obter recursos de saúde como consultas, medicamentos e procedimentos rotineiros. Dificuldades como falhas nos serviços para a assistência diferenciada e lentidão no processo de encaminhamento entre os serviços de referência. Conclusão: Reforça-se a importância de conhecer e compreender as especificidades culturais do grupo, a fim de oferecer maiores oportunidades de acesso do idoso ao serviço de saúde.
Resumo em inglês: Objective: Describing how Kaingang seniors and their primary caregivers experience access to public health services. Method: A qualitative study guided by ethnography, conducted with 28 elderly and 19 caregivers. Data were collected between November 2010 and February 2013 through interviews and participative observation analyzed by ethnography. Results: The study revealed the benefits and difficulties of the elderly access to health services, the facility to obtain health care resources such as appointments, medications and routine procedures, and the difficulties such as special assistance service problems and delays in the dispatching process between reference services. Conclusion: The importance of knowing and understanding the cultural specificities of the group in order to offer greater opportunities for the elderly access to health services was reinforced.
Resumo em espanhol: Objetivo: Describir cómo prueban los ancianos Kaingang y sus cuidadores principales el acceso a los servicios públicos de salud. Método: Estudio cualitativo, orientado por la etnografía, realizado con 28 ancianos y 19 cuidadores. Los datos fueron recogidos entre noviembre de 2010 y febrero de 2013 por medio de entrevistas y observación participante, analizados mediante etnografía. Resultados: Revelaron las facilidades y las dificultades en el acceso del añoso a los servicios de salud. Facilidad para lograr recursos de salud como consultas, fármacos y procedimientos rutineros. Dificultades como fallos en los servicios de asistencia distintiva y lentitud en el proceso de tramitación entre los servicios de referencia. Conclusión: Se refuerza la importancia de conocer y comprender las especificidades culturales del grupo, a fin de brindar más oportunidades de acceso del anciano al servicio de salud.
Palavras-chave: Brasil
Índios Sul-Americanos
Saúde de Populações Indígenas
Paraná
Região Sul
Etnografia
Kaingang
Sistemas Locais de Saúde
Serviços de Saúde do Indígena
Pesquisa Qualitativa
Antropologia da Saúde
Acesso aos Serviços de Saúde
Saúde do Idoso
DeCS: Brasil
Índios Sul-Americanos
Saúde de Populações Indígenas
Antropologia Cultural
Sistemas Locais de Saúde
Distrito Sanitário Especial Indígena
Serviços de Saúde do Indígena
Pesquisa Qualitativa
Antropologia Médica
Acesso aos Serviços de Saúde
Saúde do Idoso
Data do documento: 2015
Editor: Universidade de São Paulo
Referência: BORGHI, Ana Carla. et al. Singularidades culturais: o acesso do idoso indígena aos serviços públicos de saúde. Revista da Escola de Enfermagem da USP, São Paulo, v. 49, n. 4, p. 589-595, 2015.
DOI: 10.1590/S0080-623420150000400008
ISSN: 0080-6234
Fonte da publicação anterior: 10.1590/S0080-623420150000400008
Direito autoral: open access
Aparece nas coleções:ASMT - Artigos de Periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
192385997.pdf277.83 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


O uso do material disponibilizado neste repositório deve ser feito de acordo e dentro dos limites autorizados pelos Termos de Uso.