Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/1384
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorCarvalho, Maria Esther de-
dc.contributor.authorGlasser, Carmen Moreno-
dc.contributor.authorCiaravolo, Ricardo M. de Carvalho-
dc.contributor.authorEtzel, Arnaldo-
dc.contributor.authorSantos, Lucília A. dos-
dc.contributor.authorFerreira, Cláudio Santos-
dc.date.accessioned2019-12-04T14:49:16Z-
dc.date.available2019-12-04T14:49:16Z-
dc.date.issued1988-
dc.identifier10.1590/S0102-311X1988000300003-
dc.identifier0102-311X, 0102-311X, 1678-4464-
dc.identifier.citationCARVALHO, Maria Esther de; et al. Sorologia de Malária Vivax no foco aldeia dos índios, município de Peruíbe, estado de São Paulo, 1984 a 1986. Cadernos de Saúde Pública, v. 4, n.3 , p. 276-292, 1988.en_US
dc.identifier.issn1678-4464-
dc.identifier.urihttp://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/1384-
dc.description.abstractRegistraram-se, nos últimos vinte anos, casos autóctones de malária por Plasmodium vivax no Município de Peruíbe (24,19ºS e 47,00ºW), Litoral Sul do Estado de São Paulo, com presença de portadores assintomáticos ou oligossintomáticos associada ou não a parasitemias subpatentes. O problema na área é também conhecido como "bromélia-malária"; os vetores pertencem ao subgênero Kerteszia: Anopheles (K.) cruzii e A. (K.) bellator. A partir do segundo semestre de 1984 foram realizados, semestralmente, inquéritos sorológicos visando a dois objetivos: detectar possíveis fontes de infecção inaparente e obter o perfil sorológico da população, visando à melhoria do conhecimento da dinâmica da transmissão da malária e seu controle no foco. Este compreende 10 localidades, com população de cerca de 3000 pessoas, cuja mobilidade associa-se à presença de visitantes à aldeia indígena; à fazenda de cacau, que incorpora mão-de-obra transitória; em casas de temporada e existência de grupos nos quais a rotatividade se dá em função do processo de posse da terra. Como atividade econômica destaca-se a agricultura de banana e de cacau, além dos cultivos de subsistência. A técnica sorológica utilizada - reação de imunofluorescência indireta (RIFI) - foi processada com antígenos de P. vivax. O valor diagnóstico da RIFI foi confirmado pela identificação de alguns casos autóctones antes que as gotas espessas se revelassem positivas. A distribuição de freqüências de títulos na população foi comparável ao padrão de área de baixa endemicidade. Os soro-positivos predominaram entre o sexo masculino e nos grupos etários acima de 15 anos, faixas a que pertencem os indivíduos produtivos na agricultura e que apresentam uma relação mais estreita com a mata.en_US
dc.language.isopor-
dc.publisherEscola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruzen_US
dc.rightsopen accessen_US
dc.subject.otherBrasilen_US
dc.subject.otherÍndios Sul-Americanosen_US
dc.subject.otherSaúde de Populações Indígenasen_US
dc.subject.otherEpidemiologiaen_US
dc.subject.otherMalária Vivaxen_US
dc.subject.otherRegião Sudesteen_US
dc.subject.otherSão Pauloen_US
dc.subject.otherDoenças Infecciosas e Parasitáriasen_US
dc.titleSorologia de Malária Vivax no foco Aldeia dos Índios, município de Peruíbe, estado de São Paulo, 1984 a 1986en_US
dc.typeArticleen_US
dc.creator.affilliationSecretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Superintendência de Controle de Endemias. São Paulo, SP, Brasil.en_US
dc.creator.affilliationSecretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Superintendência de Controle de Endemias. São Paulo, SP, Brasil.en_US
dc.creator.affilliationSecretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Superintendência de Controle de Endemias. São Paulo, SP, Brasil.en_US
dc.creator.affilliationSecretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Superintendência de Controle de Endemias. São Paulo, SP, Brasil.en_US
dc.creator.affilliationSecretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Superintendência de Controle de Endemias. São Paulo, SP, Brasil.en_US
dc.creator.affilliationUniversidade de São Paulo. Instituto de Ciências Biomédicas. Departamento de Parasitologia. São Paulo, SP, Brasil.en_US
dc.identifier.doi10.1590/S0102-311X1988000300003-
dc.subject.decsBrasilen_US
dc.subject.decsSaúde de Populações Indígenasen_US
dc.subject.decsÍndios Sul-Americanosen_US
dc.subject.decsEpidemiologiaen_US
dc.subject.decsMaláriaen_US
dc.subject.decsDoenças Parasitáriasen_US
dc.subject.decsMalária Vivaxen_US
Appears in Collections:DIP - Artigos de Periódicos
EPI - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
777445795.pdf1.08 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.