Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/1430
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorGil, Laura Pérez-
dc.date.accessioned2019-12-15T20:42:33Z-
dc.date.available2019-12-15T20:42:33Z-
dc.date.issued2007-
dc.identifier.citationGIL, Laura Pérez. Políticas de Saúde, pluralidade terapêutica e identidade na Amazônia. Saúde e Sociedade, v. 16, n.2, p. 48-60, 2007.en_US
dc.identifier.issn1984-0470-
dc.identifier.urihttp://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/1430-
dc.description.abstractO propósito deste trabalho é realizar uma comparação entre os campos terapêuticos vivenciados por dois grupos pano: os Yaminawa (Departamento do Ucayali, Peru) e os Yawanawa (Acre, Brasil). Essa comparação levanta questões relevantes, na medida em que ambos os grupos, apesar de sua proximidade cultural, se encontram inseridos em realidades nacionais, sociais e políticas diferentes. As diferenças existentes não se limitam a questões derivadas de duas políticas oficiais de saúde distintas, mas estão diretamente associadas às particularidades dos respectivos contextos sociais regionais. A comparação dessas situações mostra que o tipo de relação que as sociedades envolventes e os Estados estabelecem com as populações indígenas, assim como os aspectos identitários derivados dela, são fatores importantes na constituição do habitus terapêutico desses grupos. Esse aspecto é exemplificado no texto por meio de uma reflexão sobre diferenças existentes entre as práticas, de cada um dos grupos, relativas à alimentação dos recém-nascidos e ao uso dos recursos da biomedicina em relação ao parto e o controle da natalidade.en_US
dc.language.isopor-
dc.publisherUniversidade de São Pauloen_US
dc.rightsopen accessen_US
dc.subject.otherBrasilen_US
dc.subject.otherÍndios Sul-Americanosen_US
dc.subject.otherSaúde de Populações Indígenasen_US
dc.subject.otherAcreen_US
dc.subject.otherEtnologiaen_US
dc.subject.otherPeruen_US
dc.subject.otherSaúde da Mulheren_US
dc.subject.otherYaminawáen_US
dc.subject.otherBiomedicinaen_US
dc.subject.otherServiços de Saúde do Indígenaen_US
dc.subject.otherPesquisa Qualitativaen_US
dc.subject.otherItinerários Terapêuticosen_US
dc.subject.otherYawanawaen_US
dc.subject.otherYawanawáen_US
dc.titlePolíticas de Saúde, pluralidade terapêutica e identidade na Amazôniaen_US
dc.typeArticleen_US
dc.creator.affilliationUniversidade Federal de Santa Catarina. Programa de pós-graduação em Antropologia Social. Florianópolis,SC, Brasil.en_US
dc.subject.decsBrasilen_US
dc.subject.decsSaúde de Populações Indígenasen_US
dc.subject.decsÍndios Sul-Americanosen_US
dc.subject.decsPeruen_US
dc.subject.decsBiomedicinaen_US
dc.subject.decsSaúde da Mulheren_US
dc.subject.decsServiços de Saúde do Indígenaen_US
dc.subject.decsEtnologiaen_US
dc.subject.decsMedicina Tradicionalen_US
dc.subject.decsCaracterísticas Culturaisen_US
Appears in Collections:ASMT - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
697933265.pdf161.02 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.