Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/1445
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorToledo, Renata Ferraz de-
dc.contributor.authorPelicioni, Maria Cecília Focesi-
dc.date.accessioned2019-12-17T15:50:24Z-
dc.date.available2019-12-17T15:50:24Z-
dc.date.issued2009-
dc.identifier.citationTOLEDO, Renata Ferraz de; PELICIONI, Maria Cecília Focesi; A educação ambiental e a construção de mapas-falantes e o processo de pesquisa-ação em comunidade indígena da Amazônia. Interacções, v. 11, p. 193-213, 2009.en_US
dc.identifier.urihttp://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/1445-
dc.description.abstractO aumento da concentração populacional e as alterações do modo de vida tradicional da comunidade indígena do Distrito de Iauaretê, Município de São Gabriel da Cachoeira/AM, Terra Indígena do Alto Rio Negro, têm resultado em agravos à saúde da população, principalmente devido à ausência de saneamento básico. O objetivo deste estudo foi descrever o processo de educação ambiental desenvolvido em uma comunidade indígena, com vistas à identificação de representações sobre o processo saúde-doença e à melhoria das condições de vida da população. O método utilizado foi a pesquisa-ação em processo de educação ambiental, por meio de instrumentos aplicados em reuniões comunitárias, como mapas-falantes e painéis de fotos. Identificou-se que os indígenas, mesmo reconhecendo a atual situação de degradação socioambiental local e os agravos à saúde a que estavam expostos, ainda não haviam incorporado esse conhecimento na vida cotidiana. Os moradores que interagiram na pesquisa demonstraram o desejo por melhorias sanitárias. Contudo, ficou claro que, a oferta de infra-estrutura não será suficiente para garantir a saúde e romper ciclos de transmissão de doenças, fazendo-se necessário o desenvolvimento de um processo educativo em saúde e meio ambiente voltado para uma reflexão crítica da realidade e a sua transformação, reforçando práticas saudáveis que possam contribuir para a melhoria da qualidade de vida. O método da pesquisa-ação mostrou-se extremamente adequado em um processo de educação ambiental que objetiva a busca de soluções para determinada problemática de forma participativa e dialógica e a melhoria das condições de vida da população.en_US
dc.language.isopor-
dc.publisherEscola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarémen_US
dc.rightsopen accessen_US
dc.subject.otherAmazonasen_US
dc.subject.otherBrasilen_US
dc.subject.otherÍndios Sul-Americanosen_US
dc.subject.otherRegião Norteen_US
dc.subject.otherSaúde de Populações Indígenasen_US
dc.subject.otherRegião Amazônicaen_US
dc.subject.otherSaneamentoen_US
dc.subject.otherEducação em saúdeen_US
dc.subject.otherDoenças Infecciosas e Parasitáriasen_US
dc.subject.otherEducação Ambientalen_US
dc.titleA educação ambiental e a construção de mapas-falantes e o processo de pesquisa-ação em comunidade indígena da Amazôniaen_US
dc.typeArticleen_US
dc.creator.affilliationInstituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Manaus, AM, Brasilen_US
dc.creator.affilliationUniversidade de São Paulo .Faculdade de Saúde Pública. São Paulo, SP, Brasilen_US
dc.subject.decsBrasilen_US
dc.subject.decsSaúde de Populações Indígenasen_US
dc.subject.decsÍndios Sul-Americanosen_US
dc.subject.decsEcossistema Amazônicoen_US
dc.subject.decsSaneamentoen_US
dc.subject.decsEducação em Saúdeen_US
dc.subject.decsEducação Ambientalen_US
Appears in Collections:DIP - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
807132527.pdf576.92 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.