Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/1475
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorScopel, Daniel-
dc.contributor.authorDias-Scopel, Raquel Paiva-
dc.contributor.authorLangdon, Esther Jean-
dc.date.accessioned2020-02-10T17:26:25Z-
dc.date.available2020-02-10T17:26:25Z-
dc.date.issued2015-
dc.identifier.citationSCOPEL, Daniel; DIAS-SCOPEL, Raquel Paiva; LANGDON, Esther Jean. Intermedicalidade e protagonismo: a atuação dos agentes indígenas de saúde Munduruku da Terra Indígena Kwatá-Laranjal, Amazonas, Brasil. Cad Saude Publica, v. 31, n. 12, p. 2559-2568, 2015.en_US
dc.identifier.issn0102-311X-
dc.identifier.urihttp://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/1475-
dc.description.abstractO artigo sintetiza resultados de pesquisa etnográfica sobre a atuação dos agentes indígenas de saúde (AIS) na Terra Indígena (TI) KwatáLaranjal, Município de Borba, Amazonas, Brasil. Visa a contribuir para a compreensão do papel dos AIS frente à expansão do modelo médico hegemônico em contexto de pluralidade médica. A análise inclui dados de observação participante e entrevistas realizadas de 2009 a 2011. Entrevistas semi-estruturadas foram realizadas com objetivo de registrar narrativas sobre a rotina, experiências e dificuldades no trabalho. Concluímos que a atuação dos AIS é essencial para a atenção primária, e seu papel transcende atividades estritamente técnicas. O AIS Munduruku ocupa posição central na articulação entre saberes indígenas e biomédicos em contextos de intermedicalidade e emerge como um novo ator político em contextos interétnicos.en_US
dc.language.isopor-
dc.publisherEscola Nacional de Saúde Pública, Fundação Oswaldo Cruzen_US
dc.rightsopen accessen_US
dc.subject.otherAmazonasen_US
dc.subject.otherBrasilen_US
dc.subject.otherÍndios Sul-Americanosen_US
dc.subject.otherRegião Norteen_US
dc.subject.otherAgentes Indígenas de Saúdeen_US
dc.subject.otherSaúde de Populações Indígenasen_US
dc.subject.otherRegião Amazônicaen_US
dc.subject.otherEtnografiaen_US
dc.subject.otherMundurukuen_US
dc.subject.otherAtenção Diferenciadaen_US
dc.subject.otherPesquisa Qualitativaen_US
dc.subject.otherTrabalho em Saúdeen_US
dc.subject.otherAntropologia da Saúdeen_US
dc.subject.otherAntropologia Socialen_US
dc.subject.otherRelações Interétnicasen_US
dc.subject.otherInterculturalidade em Saúdeen_US
dc.subject.otherServiços de Saúde do indígenaen_US
dc.titleIntermedicalidade e protagonismo: a atuação dos agentes indígenas de saúde Munduruku da Terra Indígena Kwatá-Laranjal, Amazonas, Brasilen_US
dc.typeArticleen_US
dc.creator.affilliationFundação Oswaldo Cruz. Instituto Leônidas & Maria Deane. Manaus, AM, Brasil.en_US
dc.creator.affilliationFundação Oswaldo Cruz. Instituto Leônidas & Maria Deane. Manaus, AM, Brasil.en_US
dc.creator.affilliationUniversidade Federal de Santa Catarina. Programa de Pós-graduação em Antropologia Social. Florianópolis, SC, Brasil.en_US
dc.subject.decsBrasilen_US
dc.subject.decsSaúde de Populações Indígenasen_US
dc.subject.decsÍndios Sul-Americanosen_US
dc.subject.decsEcossistema Amazônicoen_US
dc.subject.decsAntropologia da Saúdeen_US
dc.subject.decsServiços de Saúde do Indígenaen_US
dc.subject.decsCompetência Culturalen_US
dc.subject.decsAntropologia Culturalen_US
Appears in Collections:ASMT - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
275866310.pdf95.8 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.