Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/2550
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorCarneiro, Fernando Ferreira-
dc.contributor.authorPessoa, Vanira Matos-
dc.date.accessioned2020-10-22T12:19:31Z-
dc.date.available2020-10-22T12:19:31Z-
dc.date.issued2020-
dc.identifierhttp://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-77462020000300307&tlng=pt-
dc.identifier.citationCARNEIRO, F. F.; PESSOA, V. M. Iniciativas de organização comunitária e Covid-19: esboços para uma vigilância popular da saúde e do ambiente. Trabalho, Educação e Saúde, v. 18, n. 3, p. e00298130, 2020.-
dc.identifier.issn1981-7746, 1678-1007-
dc.identifier.urihttp://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/2550-
dc.description.abstractO contexto da pandemia da Covid-19 está relacionado à interação dos seres humanos com a natureza, na medida em que invadimos e destruímos nichos ecológicos importantes, criando modelos de produção animal e de trocas comerciais não sustentáveis. Lavar as mãos é uma das ações mais eficazes de prevenção à Covid-19. Mas como seguir este procedimento onde a água não é garantida com a frequência necessária? Outro aspecto importante da vigilância é a exposição crônica à contaminação do ar, favorecendo as altas taxas de mortalidade pela Covid-19. As populações do campo, da floresta e das águas são também um dos grupos mais vulneráveis e, ao mesmo tempo, possuem modos de vida determinantes para a sustentabilidade socioambiental do planeta. Gabinetes de crise, comitês populares, articulações solidárias, plataformas, observatórios acadêmicopopulares, barreiras sanitárias populares, portais na internet de monitoramento participativo são algumas das formas que, espontaneamente, têm surgido nas favelas e nos territórios de povos tradicionais para dar conta de enfrentar a Covid-19, dada a ausência de políticas efetivas, principalmente no âmbito federal. Temos que criar métodos, estratégias e iniciativas que possibilitem que a vigilância sobre a saúde e o ambiente possa contribuir para resolver problemas e necessidades de forma horizontal, participativa, democrática e cientificamente qualificada-
dc.language.isopor-
dc.publisherTrabalho, Educação e Saúde-
dc.rightsopen access-
dc.sourceC:\Users\Rita\Zotero\storage\3AYAPED2\Carneiro e Pessoa - 2020 - Iniciativas de organização comunitária e Covid-19.pdf-
dc.subject.otherPopulações do campo, floresta e das águas-
dc.subject.otherCovid-19-
dc.titleIniciativas de organização comunitária e Covid-19: esboços para uma vigilância popular da saúde e do ambiente-
dc.typeArticle-
dc.identifier.doi10.1590/1981-7746-sol00298-
dc.subject.decsBrasil-
dc.subject.decsSaúde de Populações Indígenas-
dc.subject.decsPromoção da Saúde-
dc.subject.decsPandemias-
dc.subject.decsInfecções por Coronavirus-
dc.subject.decsSaúde e Meio Ambiente-
Appears in Collections:DIP - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Carneiro e Pessoa - 2020 - Iniciativas de organização comunitária e Covid-19.pdf253.77 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.