Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/4430
Título: Aspecto histológico incomum em caso de febre amarela ocorrido no grupo indígena Yanomami
Autor(es): Barros, Vera Lúcia R.
Moraes, Mário A. P.
Bensabath, Gilberta
Silva, Maria Aparecida
Afiliação: N/T
Resumo: Em novembro de 1991, três crianças Yanomami adoeceram, a intervalos de alguns dias, na aldeia Alto Catrimâni, Estado de Roraima, com manifestaçõess de uma hepatite grave: febre, vômitos, icterícia e sangramentos. Elas faziam parte de um grupo de indígenas que se deslocara para o local, algum tempo antes, caminhando através da mata, como é de hábito entre os Yanomami. Removidas da área, duas das crianças faleceram em Boa Vista, RR, e a outra, em Manaus, AM, fato que permitiu a obtenção de amostras hepáticas, por viscerotomia.
Palavras-chave: Roraima
Região Amazônica
Região Norte
Yanomami
DeCS: Brasil
Saúde de Populações Indígenas
Índios Sul-Americanos
Febre amarela/ diagnóstico
Data do documento: 1992
Editor: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical
Referência: BARROS, Vera Lúcia R.; et al. Aspecto histológico incomum em caso de febre amarela ocorrido no grupo indígena Yanomami. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, Brasília, v. 25, n. 4, p. 279-280, 1992
DOI: 10.1590/S0037-86821992000400013
Fonte da publicação anterior: 10.1590/S0037-86821992000400013
0037-8682
Direito autoral: open access
Aparece nas coleções:DIP - Artigos de Periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
609364871.pdf581.74 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


O uso do material disponibilizado neste repositório deve ser feito de acordo e dentro dos limites autorizados pelos Termos de Uso.