Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/4438
Title: Percepção e compreensão dos conceitos contidos na Escala Brasileira de Insegurança Alimentar, em comunidades indígenas no estado do Amazonas, Brasil
Authors: Yuyama, Lucia Kiyoko Ozaki
Py-Daniel, Victor
Ishikawa, Noemia Kazue
Medeiros, Jansen Fernandes
Kepple, Anne Walleser
Segall-Corrêa, Ana Maria
Affilliation: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Coordenação de Pesquisas em Ciências da Saúde. Manaus, AM, Brasil
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Núcleo de Pesquisa em Ciências Humanas e Sociais. Manaus, AM, Brasil
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Coordenação de Pesquisas em Tecnologia de Alimentos. Manaus, AM, Brasil
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Núcleo de Pesquisa em Ciências Humanas e Sociais. Manaus, AM, Brasil
Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Departamento de Medicina Preventiva e Social. Campinas, SP, Brasil
Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Departamento de Medicina Preventiva e Social. Campinas, SP, Brasil
Abstract: Objetivo: Este estudo teve como objetivo avaliar a percepção e a compreensão de conceitos e terminologia da segurança e insegurança alimentar, especialmente os que compõem a Escala Brasileira de Insegurança Alimentar, no contexto da realidade sócio-cultural indígena. Métodos: Foram utilizados recursos de pesquisa qualitativa para a abordagem das comunidades indígenas Cacau, Flexeira e Mamori, situadas na bacia hidrográfica do Médio Juruá, nos municípios de Envira e Eirunepé (AM), baseando-se em metodologia já previamente utilizada no Brasil e adaptada ao presente contexto, em uma reunião com especialistas da área. Em seguida foram organizados grupos focais, com 18 participantes das três comunidades indígenas. Resultados: A fome apareceu como situação vivenciada por muitos dos participantes dos grupos focais das três comunidades estudadas. Os conceitos e as terminologias como segurança alimentar, fome e comida boa foram bem compreendidos, no entanto, comida variada, comida suficiente e estratégia para evitar problemas com comida foram conceitos não compreendidos por eles. A rotina de vida desses povos baseia-se nas relações familiares que permitem trocas, diferindo de outros grupos focais da área urbana e rural, conduzidos como parte da validação da Escala Brasileira de Insegurança Alimentar, nos quais a dificuldade de acesso aos alimentos era conseqüência da falta de recursos financeiros. Conclusão São necessários novos e aprofundados estudos, qualitativos e quantitativos, para o desenvolvimento de um instrumento de mensuração de insegurança alimentar que reflita a realidade desses povos, ao mesmo tempo em que busquem fornecer resultados comparáveis com aqueles de outros povos indígenas e mesmo os obtidos pela Escala Brasileira de Insegurança Alimentar em outras populações. Será necessário um instrumento que contemple a questão da troca, o aspecto coletivo, a importância e o uso do ambiente nas experiências de segurança ou insegurança alimentar. Sugere-se ainda que, para estudos quantitativos, o questionário deva ser mais resumido e simples
Keywords: Região Norte
Região Amazônica
Amazonas
Insegurança Alimentar
DeCS: Brasil
Saúde de Populações Indígenas
Índios Sul-Americanos
Segurança Alimentar e Nutricional
Issue Date: 2008
Publisher: PUC Campinas
Citation: YUYAMA, Lucia K. O.; et al. Percepção e compreensão dos conceitos contidos na Escala Brasileira de Insegurança Alimentar, em comunidades indígenas no estado do Amazonas, Brasil. Rev Nutr, Campinas, v. 21, p. 53s-63s, 2008. Suplemento
metadata.dc.identifier.doi: 10.1590/S1415-52732008000700006
ISSN: 1415-5273
Other Identifiers: 10.1590/S1415-52732008000700006
1415-5273
Copyright: open access
Appears in Collections:AN - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
259610542.pdf89.33 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.