Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/4607
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorOliveira, Ana Caroline Amorim-
dc.contributor.authorAraújo, Daisy Damasceno-
dc.contributor.authorCorrêa, Katia Núbia Ferreira-
dc.date.accessioned2021-09-13T13:30:07Z-
dc.date.available2021-09-13T13:30:07Z-
dc.date.issued2021-
dc.identifier.citationOLIVEIRA, Ana Caroline Amorim; ARAÚJO, Daisy Damasceno; CORRÊA, Katia Núbia Ferreira; FOLHES, Rodrigo Theophilo. Estratégias de visibilidade em contexto pandêmico: o mapeamento da pandemia da Covid-19 entre povos indígenas no Maranhão. Espaço Ameríndio, Porto Alegre, v. 15, n. 2, p. 98-118, mai./ago. 2021en_US
dc.identifier.urihttp://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/4607-
dc.description.abstractEste artigo objetiva apresentar as estratégias de mapeamento, qualificação e visibilidade dos dados da Covid-19 entre os povos indígenas no estado do Maranhão, refletindo sobre os impactos do novo coronavírus na vida destes povos e sobre a realidade de assistência à saúde destinada a eles. A pesquisa possui uma abordagem qualitativa apresentando os resultados do mapeamento realizado de maio a agosto de 2020 e as estratégias metodológicas provocadas pelo contexto pandêmico para o desenvolvimento da pesquisa em meio digital (MILLER, 2020). Tomamos como base quatro fontes de informações estatísticas para a coleta dos dados: os boletins epidemiológicos produzidos nos âmbitos federal, estadual, municipal e as informações disponibilizadas pelas organizações indigenistas e indígenas, nos respectivos sítios eletrônicos. Identificamos inicialmente uma ausência de informações sobre os casos de Covid-19 entre povos indígenas nas fontes oficiais e, quando publicizadas, não contemplavam as especificidades dos povos acometidos pelo vírus, apresentando dados genéricos e generalizados, nos impedindo de compreender a realidade sanitária de forma específica e diferenciada. Assim, a pandemia se alastrou nos territórios indígenas e as estratégias do governo contribuíram para tal quadroen_US
dc.language.isoporen_US
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Sulen_US
dc.rightsopen accessen_US
dc.subject.otherMaranhãoen_US
dc.subject.otherRegião Nordesteen_US
dc.subject.otherRegião Amazônicaen_US
dc.titleEstratégias de visibilidade em contexto pandêmico: o mapeamento da pandemia da Covid-19 entre os povos indígenas no Maranhãoen_US
dc.typeArticleen_US
dc.creator.affilliationUniversidade de São Paulo. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social. São Paulo, SP, Brasilen_US
dc.creator.affilliationUniversidade Federal do Maranhão. Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais. São Luís, MA, Brasilen_US
dc.creator.affilliationUniversidade Federal do Maranhão. Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais. São Luís, MA, Brasilen_US
dc.creator.affilliationUniversidade Federal do Maranhão. Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais. São Luís, MA, Brasilen_US
dc.identifier.doihttps://doi.org/10.22456/1982-6524.116828-
dc.subject.decsBrasilen_US
dc.subject.decsSaúde de Populações Indígenasen_US
dc.subject.decsÍndios Sul-Americanosen_US
dc.subject.decsInfecções por Coronavirusen_US
dc.subject.decsMonitoramento Epidemiológicoen_US
dc.subject.decsPandemiasen_US
Appears in Collections:DIP - Artigos de Periódicos



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.