Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/5074
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorFraga, Lucia Alves de Oliveira-
dc.contributor.authorSilveira, Alda Maria Soares-
dc.contributor.authorPortes, Edileila Maria Leite-
dc.contributor.authorPinheiro, Aimara Costa-
dc.contributor.authorAndrade, Vânia Tavares de-
dc.contributor.authorOliveira, Roberto Carlos de-
dc.contributor.authorSouza, Ronaldo-
dc.date.accessioned2021-11-05T11:47:58Z-
dc.date.available2021-11-05T11:47:58Z-
dc.date.issued2017-
dc.identifier2318-2598-
dc.identifier.citationFRAGA, Lucia Alves de Oliveira; et al. Estudo diagnóstico de leishmaniose visceral em cães pertencentes às comunidades indígenas Maxakali. Gerais: Revista de Saúde Pública do SUS/MG, v. 1, n. 1, p. 47-48, 2017en_US
dc.identifier.issn2318-2598-
dc.identifier.urihttp://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/5074-
dc.description.abstractOs índios Maxakali pertencem a uma etnia naturalmente brasileira que aindahoje preserva vários aspectos de sua cultura. Com a inserção do europeu em terras brasileiras, além de parte de sua cultura original ter sido afetada, várias doenças foram inseridas em seu meio, levando a um índice elevado de mortandade, decorrente da pouca resistência dos nativos aos micro-organismosintroduzidos. Além disso, o quadro se agravou na medida em que as condiçõesde escravidão, maus-tratos e trabalhos forçados impostos pelos colonizadores foram se intensificando. O estudo da leishmaniose visceral nas aldeias Maxakali se justifica pelas características encontradas nessa populaçãoextremamente jovem, que favorece a instalação da leishmaniose visceral de forma mais grave. A presença de cães nas aldeias e o contato constante de indígenas com as matas são fortes indícios da ocorrência do ciclo de transmissão dessa doença. Neste estudo, objetivamos pesquisar a soropositividade de cães presentes no ambiente peridomiciliar dos Maxakali residentes nos Polos Base deÁgua Boa e Pradinho.en_US
dc.language.isoporen_US
dc.publisherAutênticaen_US
dc.rightsopen accessen_US
dc.subject.otherRegião Sudesteen_US
dc.subject.otherMaxakalien_US
dc.subject.otherMinas Geraisen_US
dc.titleEstudo diagnóstico de leishmaniose visceral em cães pertencentes às comunidades indígenas Maxakalien_US
dc.typeArticleen_US
dc.subject.decsBrasilen_US
dc.subject.decsSaúde de Populações Indígenasen_US
dc.subject.decsÍndios Sul-Americanosen_US
dc.subject.decsDoenças Parasitáriasen_US
dc.subject.decsLeishmaniose Visceralen_US
Appears in Collections:DIP - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
792791144.pdf79.65 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.