Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/5103
Título: Níveis de mercúrio em peixes consumidos pela comunidade indígena de Sai Cinza na Reserva Munduruku, Município de Jacareacanga, Estado do Pará, Brasil
Autor(es): Brabo, Edilson da Silva
Santos, Elisabeth de Oliveira
Jesus, Iracina Maura de
Mascarenhas, Artur Fernando
Faial, Kleber Freitas
Afiliação: Fundação Nacional de Saúde. Instituto Evandro Chagas. Belém, PA, Brasil
Fundação Nacional de Saúde. Instituto Evandro Chagas. Belém, PA, Brasil
Fundação Nacional de Saúde. Instituto Evandro Chagas. Belém, PA, Brasil
Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Mineração. Belém, PA, Brasil
Fundação Nacional de Saúde. Instituto Evandro Chagas. Belém, PA, Brasil
Resumo: O estudo consiste em avaliar os níveis de mercúrio no pescado consumido pela comunidade indígena de Sai Cinza (Reserva Munduruku) no Estado do Pará, e associá-los com os hábitos de consumo da população. Um total de oitenta espécimes de peixes foram capturados. As determinações de Hg foram realizadas por absorção atômica. A concentração média de Hg nas espécies carnívoras foi de 0,293 µg/g (DP = 0,104) enquanto nas não carnívoras foi de 0,112 µg/g (DP = 0,036). As espécies referidas como de maior consumo ente os 330 indivíduos entrevistados foram: tucunaré, pacu, jaraqui, traíra, aracu, matrinchã e caratinga. As espécies com concentrações mais elevadas de Hg foram tucunaré e traíra, que estão entre os peixes mais consumidos. A freqüência de consumo constitui-se num fator importante na avaliação de risco de contaminação por mercúrio em comunidades que não têm outras alternativas de alimentação.
Palavras-chave: Região Norte
Região Amazônica
Pará
Munduruku
DeCS: Brasil
Saúde de Populações Indígenas
Índios Sul-Americanos
Intoxicação por Mercúrio
Hábitos alimentares
Mercúdio/toxicicidade
Data do documento: 1999
Editor: Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Referência: BRABO, Edilson da Silva; et al. Níveis de mercúrio em peixes consumidos pela comunidade indígena de Sai Cinza na Reserva Munduruku, Município de Jacareacanga, Estado do Pará, Brasil. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 15, n. 2, p. 325-332, abr-jun., 1999
DOI: 10.1590/S0102-311X1999000200017
ISSN: 0102-311X
Direito autoral: open access
Aparece nas coleções:DANT - Artigos de Periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
360950943.pdf155.43 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


O uso do material disponibilizado neste repositório deve ser feito de acordo e dentro dos limites autorizados pelos Termos de Uso.