Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/5209
Title: Saúde das mulheres indígenas na América Latina: revisão integrativa
Authors: Abritta, Marina Luiza Resende
Torres, Shayane Ribeiro
Freitas, Daniel Antunes
Affilliation: Universidade Estadual de Montes Claros. Faculdade de Medicina. Montes Claros, MG, Brasil
Universidade Estadual de Montes Claros. Faculdade de Medicina. Montes Claros, MG, Brasil
Universidade Estadual de Montes Claros. Montes Claros, MG, Brasil
Abstract: : As mulheres indígenas costumam enfrentar formas diversas de discriminação em virtude do gênero e etnia, interferindo, assim, na qualidade de vida, nas taxas de morbidade e mortalidade e no acesso aos serviços de saúde. Objetivo: Compreender o processo saúde-doença das mulheres indígenas na América do Sul. Método: Tratase de uma revisão integrativa sistemática com pesquisa nas bases de dados ScieLO, PUBMED e LILACS utilizando quatro descritores em ciências da saúde (DeCS) nos idiomas português, espanhol e inglês. Sendo aplicadas as seguintes combinações “saúde AND indígenas AND mulheres AND Brasil” e “saúde AND indígenas AND mulheres AND NOT Brasil”. Os critérios de inclusão foram artigos em português, inglês e espanhol, que abordassem estritamente a relação entre saúde e mulheres indígenas da América Latina nos últimos cinco anos. Resultados: Foram identificadas 3337 publicações e, após a aplicação dos critérios de inclusão e exclusão, foram selecionadas, ao final, 28 artigos, a maioria publicada no Brasil (46,43%), seguido de Colômbia (17,86%) e Paraguai(14,29%). A partir dos artigos selecionados foram extraídas 03 categorias: Enfermidades gerais, Acesso aos serviços de saúde e Aspectos culturais. Conclusão: As barreiras culturais, geográficas, socioeconômicas e linguísticas resultam em consequências negativas para a saúde da mulher indígena como: infecções, doenças sexualmente transmissíveis, altas taxas de mortalidade materna e aumento da presença de doenças crônicas. Dessa forma, percebe-se uma negligência no cuidado dessas mulheres. Urge a formulação de políticas públicas e o reforço das já existentes, a fim de combater a desigualdade e promover a igualdade no cuidado, respeitando a interculturalidade.
DeCS: Brasil
Saúde de Populações Indígenas
Índios Sul-Americanos
Saúde da Mulher
Acesso aos Serviços de Saúde
Características Culturais
Issue Date: Aug-2021
Publisher: Faculdade Adventista da Bahia
Citation: ABRITTA, M. L. R.; TORRES, S. R.; FREITAS, D. A. Revista Brasileira de Saúde Funcional, Cachoeira, BA, v. 9, n. 1, p. 164-177, 10 ago. 2021.
metadata.dc.identifier.doi: 10.25194/rebrasf.v9i1.1449
Copyright: open access
Appears in Collections:TR - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SAÚDE DAS MULHERES INDÍGENAS.pdf1.12 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.