Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/549
Title: Processo de trabalho e produção do cuidado de enfermagem em uma instituição de apoio ao indígena
Advisor: Arantes, Cássia Irene Spinelli
Authors: Ribeiro, Aridiane Alves
Affilliation: Universidade Federal de São Carlos. São Carlos, SP, Brasil.
Abstract: Este estudo teve como objetivo principal analisar as concepções de trabalhadores da enfermagem sobre o processo de cuidar em uma instituição de atenção à saúde indígena. Partiu-se do referencial do processo de trabalho e a sua relação com o emprego das tecnologias da saúde na produção do cuidado. Considerou-se também a Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas, particularmente a atenção diferenciada, que deve permear o processo de trabalho na instituição estudada. O material empírico foi obtido a partir de análise documental, de observação sistemática, orientada pelo Fluxograma Analisador de Merhy e de dez entrevistas com trabalhadores de enfermagem. Realizou-se análise categorial temática dos dados. A análise realizada permitiu identificar um processo de trabalho fragmentado, centrado em procedimentos e engessado pelas normas institucional-burocráticas. No processo de trabalho da enfermagem, há uma divisão clara entre o pensar e o agir, pois o trabalhador responsável pelas atividades do agendamento planeja e o pessoal do posto de enfermagem executa. Os relatos dos trabalhadores evidenciaram uma noção de igualdade entre os seres humanos no processo de cuidar. No entanto, apreendeu-se também, que há, em algumas situações, o estabelecimento de relações assimétricas, mostrando que há uma certa negação do que se afirma. Os indígenas assistidos na Casa de Apoio são percebidos pelos entrevistados como um indivíduo retraído e desconfiado. O processo de cuidar deve ter como base o cultivo de relações de confiança. Para se aproximar do ameríndio, o trabalhador de enfermagem necessita empreender, principalmente as tecnologias leves, empatia e afeto. Todavia, o trabalho vivo em ato, consequentemente o uso das tecnologias relacionais, pode ser capturado pela rigidez da estrutura burocrático-organizacional. O agir é engessado e a potência criativa dos trabalhadores parece não ser valorizada. O processo de cuidar apresenta uma particularidade, o acompanhamento, que se refere à atividade dos trabalhadores de enfermagem em acompanhar os indígenas nos serviços de saúde especializados fora da Casa de Apoio. Apesar de a política nacional voltada ao indígena preconizar a atenção diferenciada, o processo de trabalho na instituição de estudo parece não potencializar e nem favorecer um cuidado em que se considerem as particularidades indígenas de auto-cuidado à saúde.
Keywords: Brasil
Índios Sul-Americanos
Saúde de Populações Indígenas
Assistência à Saúde
Atenção Diferenciada
Profissionais de enfermagem
Issue Date: 2012
Citation: RIBEIRO, Aridiane Alves. Processo de trabalho e produção do cuidado de enfermagem em uma instituição de apoio ao indígena. 2012. 119 f. Dissertação - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2012
Place of defense: São Carlos/SP
metadata.dc.degree.department: Departamento de Enfermagem
Defense institution: Universidade Federal de São Carlos
Program: Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
Copyright: open access
Appears in Collections:AS - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
605851401.pdf4.5 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.