Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/5665
Title: Saneamento e saúde indígena: uma avaliação na população Xakriabá, Minas Gerais
Authors: Pena, João Luiz
Heller, Léo
Affilliation: Rede Nacional de Capacitação e Extensão Tecnológica em Saneamento Ambiental – ReCESA, Núcleo Sudeste. Goiânia, GO, Brasil
Universidade Federal de MInas Gerais. o Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental. Belo Horizonte, MG, Brasil
Abstract: Avaliam-se as condições de saneamento, o quadro de saúde e a associação entre ambas as situações, na população indígena associação entre ambas as situações, na população indígena entre ambas as situações, na população indígena indígena Xakriabá. A avaliação verifica-se no contexto das intervenções em saneamento realizadas pelas instituições responsáveis pela saúde indígena no Brasil. Para tanto, empregou-se um delineamento ecológico, tomando-se como unidade de análise 26 localidades, segundo as quais se organiza o setor biomédico. Verificou-se que, no período analisado pelo estudo - 2000 a 2002 -, apesar de a FUNASA estar atuando naquela Terra Indígena, as condições sanitárias dos Xakriabá não são satisfatórias, principalmente de suas crianças. Elevada prevalência de doenças endêmicas como a verminose, altas taxas de incidência de diarréia e doenças infecciosas de pele e más condições de saneamento faziam parte do cotidiano deste povo. Mesmo constatando a atuação limitada e, por vezes, deficiente do setor de saneamento na Terra Indígena, os resultados deste estudo parecem corroborar o estudo de Briscoe que indica serem os serviços de saneamento condições necessárias, porém não suficientes para promover a melhoria da saúde
Abstract: The sanitary conditions, the health situation and the association between them were assessed on the Xakriabá population, looking at interventions by the institutions in charge of the Indian health in Brazil. An ecological design was used, adopting as unity of analysis 26 areas, according to the way the biomedical sector is organized in the indigenous land. It was verified that in the period of this study - 2000 to 2002 -, the sanitary Indian conditions had not improved, particularly concerning the children, although the FUNASA had been active in the Xakriabá Indian land. The presence of endemic problems such as parasitosis, high incidence of diarrhoea and skin infectious diseases was very common among these people. Even with limited and sometimes deficient action by the sanitary sector in the Indian land, the results of this study seem to reinforce Briscoe’s hypothesis, that water supply and sanitation conditions are necessary but not sufficient conditions to improve health
Keywords: Região Sudeste
Minas Gerais
Xakriabá
DeCS: Brasil
Saúde de Populações Indígenas
Índios Sul-Americanos
Epidemiologia
Saneamento
Doenças Parasitárias
Morbidade
Diarréia
Issue Date: 2008
Publisher: Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental
Citation: PENA, João Luiz; HELLER, Léo. Saneamento e saúde indígena: uma avaliação na população Xakriabá, Minas Gerais. Eng. san. ambient, v. 13, n. 1, p. 63-72, 2008
metadata.dc.identifier.doi: 10.1590/S1413-41522008000100009
ISSN: 1413-4152
Copyright: open access
Appears in Collections:DANT - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
785160588.pdfSANEAMENTO E SAÚDE INDÍGENA: UMA AVALIAÇÃO NA POPULAÇÃO XAKRIABÁ, MINAS GERAIS136.43 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.