Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/5669
Title: Avaliação da reação em cadeia da polimerase no diagnóstico da tuberculose pulmonar em pacientes indígenas e não indígenas
Authors: Santos, Rose Mary Corrêa
Ogusku, Maurício Morishi
Miranda, José de Moraes
Santos, Maria Cristina dos
Salem, Julia Ignez
Affilliation: Hospital Universitário Getúlio Vargas. Manaus, AM, Brasil
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Manaus, AM, Brasil
Instituto Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável. São Gabriel da Cachoeira, AM, Brasil
Universidade Federal do Amazonas. Manaus, AM, Brasil
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Manaus, AM, Brasil
Abstract: Objetivo: Avaliar a acurácia dos métodos bacteriológicos e da reação em cadeia da polimerase com oligonucleotídeos específicos para a IS6110 do complexo Mycobacterium tuberculosis, em amostras de escarro de indígenas e não indígenas. Métodos: Analisaram-se 214 amostras de escarro (154 de indígenas e 60 de não indígenas) quanto à acurácia da baciloscopia direta e pós-concentração, cultivo e reação em cadeia da polimerase. Resultados: Ambos os métodos baciloscópicos, quando comparados com o cultivo ou a reação em cadeia da polimerase foram de baixa sensibilidade. A especificidade variou de 91% a 100%, sendo a baciloscopia pós-concentração menos específica. Nas amostras indígenas constataram-se três vezes mais isolamentos de micobactérias não tuberculosas do que nas não indígenas. Resultados da reação em cadeia da polimerase aparentemente falsos-positivos e negativos foram encontrados com maior freqüência na população indígena. Conclusão: Baciloscopias positivas para bacilos álcool-acidorresistentes com isolamento de micobactérias não tuberculosas e reação em cadeia da polimerase positiva estabelecem as hipóteses de: existência na Amazônia de espécies de micobactérias não tuberculosas com regiões do DNA homólogas à IS6110 ou ainda que possuam a IS6110, até então só descrita no complexo M. tuberculosis; impossibilidade de isolamento do M. tuberculosis pelo crescimento mais rápido de micobactérias não tuberculosas presentes nas amostras de escarro, por colonização da orofaringe ou da lesão tuberculosa; presença de DNA de M. tuberculosis devida a antecedente de tuberculose. A ausência de positividade em resultados bacteriológicos com reação em cadeia da polimerase positiva sugere questões técnicas inerentes aos métodos bacteriológicos ou precedentes de tuberculose
Keywords: Amazonas
Região Norte
Região Amazônica
CASAI
DeCS: Brasil
Saúde de Populações Indígenas
Índios Sul-Americanos
Epidemiologia
Tuberculose
Testes Laboratoriais
Ecossistema Amazônico
Issue Date: 2006
Publisher: Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia
Citation: SANTOS, R. M. C.; et al. Avaliação da reação em cadeia da polimerase no diagnóstico da tuberculose pulmonar em pacientes indígenas e não indígenas. J Bras Pneumol , v. 32, n. 3, p. 234-240, 2006
Copyright: open access
Appears in Collections:EPI - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
449119003.pdfAvaliação da reação em cadeia da polimerase no diagnóstico da tuberculose pulmonar em pacientes indígenas e não indígenas71.7 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.