Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/5841
Título: Surviving the contact. The Xavante and the demographic impact of epidemics on Brazilian indigenous people from Colonization to the Military Dictatorship
Título(s) alternativo(s): Sobrevivendo ao contato. Os Xavante e o impacto demográfico das epidemias nas populações indígenas brasileiras da Colonização à Ditadura Militar
Autor(es): Plens, Cláudia Regina
Souza, Camila Diogo de
Roksandic, Ivan
Górka, Katarzyna
Roksandic, Mirjana
Afiliação: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Professora Associada, Programa de Pós-graduação em História. São Paulo, SP, Brasil
Universidade Federal Fluminense (UFF). Pesquisadora visitante, Programa de Pós-graduação em História. Niterói, RJ, Brasil
University of Winnipeg. Professor of the Anthropology Department. Winnipeg, Canadá
Polish Academy of Sciences. Professor of the Ludwik Hirszfeld Institute of Immunology and Experimental Therapy. Varsóvia, Polônia
University of Winnipeg, Professor of the Anthropology Department. Winnipeg, Canadá
Resumo: O caso de genocídio dos Xavante de Marãiwatsédé, MT, por parte do Estado brasileiro durante a Ditadura Militar (1964-1985), é analisado nesse artigo como exemplo histórico dos limites científicos, deficiências e ausência de políticas públicas que, em conjunto com a disseminação de informações enviesadas, configuram o maior entrave para se combater grandes epidemias, o que leva a uma das maiores violações de Direitos Humanos, o direito à vida. Pretendemos trazer uma perspectiva de reflexão histórica para demonstrar que as implicações e consequências do contato entre as populações indígenas e não indígenas desde a época da colonização, e principalmente durante a Ditadura no Brasil, foram catastróficas para sua cultura, costumes, territórios, saúde e até o direito à vida. Projetos de pesquisa acadêmica, com abordagem arqueológica, por exemplo, incluindo a participação ativa de colaboradores indígenas, irão revelar e promover uma melhor compreensão do impacto do contato e também permitirão reconstruir e preservar sua história, cultura, memória e identidade, contribuindo para suprir suas necessidades atuais e reivindicar seus direitos
Resumo em inglês: This article aims to analyze the case of genocide of the Xavante in Marãiwatsédé, MT by the Brazilian State during the Military Dictatorship (1964-1985) as a historical example of the scientific limits, deficiencies, and absence of public policies that, together with the dissemination of biased information, constitute the greatest obstacle to fight major epidemics, which leads to one of the greatest human rights violations, the right to life. We intend to bring a historical perspective to demonstrate that the implications and consequences of the contact between the indigenous people and non-indigenous groups since the colonization times, and mainly during the Dictatorship in Brazil, have been catastrophic to their culture, customs, territories, health and even their right to life. Academic research projects with an archaeological approach, for instance, including an active participation of indigenous collaborators, will reveal and promote a better understanding of the impact of the contact and will also enable to reconstruct and preserve their history, culture, memory, and identity, contributing to meet their current needs and claim their rights.
Palavras-chave em inglês: Brazil
Health of Indigenous Peoples
Indians, South American
Measles
Genocide
Human Rights
Epidemic
Palavras-chave: Xavante
Xavante Marãiwatsédé
Ditadura Militar
DeCS: Brasil
Saúde de Populações Indígenas
Índios Sul-Americanos
Demografia
Sarampo
Epidemias
Direitos Humanos
Genocídio
Data do documento: 2021
Editor: Laboratório de Ensino e Pesquisa em Antropologia e Arqueologia da Universidade Federal de Pelotas
Referência: PLENS, C. R.; et al. Surviving the contact. The Xavante and the demographic impact of epidemics on Brazilian indigenous people from Colonization to the Military Dictatorship. Cadernos do Lepaarq, Pelotas, v. 18, n. 35, p. 146-173, jan.-jun. 2021
ISSN: 2316 8412
Direito autoral: open access
Aparece nas coleções:DCS - Artigos de Periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Plens et al_2021_Surviving the Contact.pdf553.72 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


O uso do material disponibilizado neste repositório deve ser feito de acordo e dentro dos limites autorizados pelos Termos de Uso.