Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/584
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorD'Antino, Maria Eloisa Famá-
dc.contributor.authorMachado, Giselle Ferraz-
dc.date.accessioned2019-08-07T19:34:03Z-
dc.date.available2019-08-07T19:34:03Z-
dc.date.issued2016
dc.identifier.citationMACHADO, Giselle Ferraz. Concepção das deficiências entre os povos indígenas yanomami e waiwai : um olhar do pesquisador, do profissional da saúde e do educador. 2016. 121 f. Dissertação (Mestrado em Distúrbios do Desenvolvimento) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2016-
dc.identifier.urihttp://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/584-
dc.description.abstractO presente trabalho tem como objetivo analisar a concepção dos povos waiwai e yanomami sobre a deficiência e seus impactos sobre as práticas socioculturais e a vida das pessoas com deficiência, segundo a visão do pesquisador, de acordo com o nível de intercâmbio cultural das etnias waiwai e yanomami no Estado de Roraima. Para tanto, definiu-se como objetivos específicos: estudar a cosmologia, as crenças, a religiosidade e os rituais sobre o nascimento de pessoas indígenas com deficiência; identificar os conflitos bioéticos e os mecanismos de biopoder em relação às pessoas com deficiência nas comunidades estudadas; analisar as políticas e as práticas de atenção básica de saúde destinadas às pessoas com deficiência nos territórios indígenas e analisar as políticas de educação e inclusão das pessoas indígenas com deficiência nesse sistema. Devido à complexidade do tema, considerações sobre antropologia, bioética e intervenção cultural, biopoder e um breve histórico dos movimentos de resistência indígena foram incluídos. A obtenção destes dados foi tanto por meio de revisão bibliográfica como por meio de entrevistas, nas quais os profissionais responderam a questões pré-estabelecidas pela autora. Sob o olhar do profissional em intercâmbio cultural com os indígenas waiwai e yanomami, o indivíduo com deficiência ainda se encontra em situação de vulnerabilidade, sobretudo nas comunidades com menor grau de relacionamento com não-indígenas. Essa situação se revela preocupante não apenas pela falta de conhecimento e recursos para lidar com a pessoa com deficiência, mas pela concepção que possuem da deficiência, portanto não passível de cuidado ou tratamento, mesmo em comunidades com a presença de equipes de saúde ou professores de educação básica. Torna-se essencial para a garantia dos direitos fundamentais o estabelecimento do diálogo intercultural.-
dc.language.isopor-
dc.rightsopen accessen_US
dc.subject.otherBrasil-
dc.subject.otherÍndios Sul-Americanos-
dc.subject.otherRegião Norte-
dc.subject.otherRoraima-
dc.subject.otherSaúde de Populações Indígenas-
dc.subject.otherRegião Amazônica-
dc.subject.otherYanomami-
dc.subject.otherWaiwai-
dc.subject.otherBioética-
dc.subject.otherPolíticas Públicas-
dc.subject.otherPessoas com Deficiência-
dc.titleConcepção das deficiências entre os povos indígenas yanomami e waiwai: um olhar do pesquisador, do profissional da saúde e do educador
dc.typeDissertationen_US
dc.degree.grantorUniversidade Presbiteriana Mackenzie-
dc.degree.localSão Paulo/SP-
dc.subject.decsPolíticas Públicas-
dc.subject.decsBioética-
dc.subject.decsSaúde de Populações Indígenas-
dc.subject.decsÍndios Sul-Americanos-
Appears in Collections:PSSI - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
199278672.pdf1.26 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.