Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/585
Title: Estudo das condições de saúde bucal e avaliação da microbiota periodontopatogênica de uma população indígena brasileira
Advisor: Jardim Jr, Elerson Gaetti
Authors: Vieira, Evanice Menezes Marçal
Abstract: A região do complexo bucomaxilofacial freqüentemente é acometida por doenças e variações de normalidade, algumas das quais apresentam notável relação com grupos étnicos e raciais. Os estudos sobre a distribuição das doenças bucais e variações de normalidade em comunidades indígenas normalmente são direcionados principalmente para o estudo da cárie dentária nas crianças e doenças periodontais em adultos, negligenciando-se ampla gama de demais doenças existentes na boca. Assim, foi objetivo desse estudo, avaliar as condições de saúde bucal de oito etnias (Umutina, Paresi, Bororo, Bakairi, Kayabi, Irantxe, Nambikwara and Terena) que residem na terra indígena Umutina, no Estado de Mato Grosso. Um total de 291 índios, de ambos os sexos e com idade variando de 1 a 96 anos, foram examinados, sendo que alterações de normalidade ou patologias bucais foram observadas em um total de 132 indivíduos,evidenciando uma elevada ocorrência de anquiloglossia, a qual esteve presente em 108 casos (37,11%), seguida de glossite migratória benigna em 5 casos (1,72%); tórus mandibular e candidose em 3 casos (1,03%), dentre outras. Nenhuma lesão de caráter maligno foi identificada na referida população. Apesar da elevada freqüência de anquiloglossia na Reserva Indígena Umutina, a mesma não parece ser responsável por alterações associadas à fonação, mastigação, presença de diastema e problemas periodontais, uma vez que essas alterações foram observadas em baixa freqüência e não foram motivos de queixas da população. As condições dentárias foram avaliadas com o objetivo de identificar a prevalência de cárie dentária e necessidade de tratamento odontológico das crianças da aldeia Umutina, por meio de um estudo epidemiológico transversal. Para análise da cárie dentária foram utilizados: os índices de dentes cariados, perdidos e obturados (CPOD) para dentes permanentes e dentes cariados, extraídos ou obturados (ceod), para dentes decíduos e o índice de necessidade de tratamento. A análise estatística dos dados foi realizada através do programa GraphPad Prism, sendo aplicado o teste de Mann Whitney com nível de significância de 5%. Os índices ceod e CPOD para as crianças entre 0 e 7 anos foi, respectivamente, de 3,36 e 0,19 e para as crianças entre 11 e 13 anos foi, respectivamente, de 0,81 e 3,75. Para crianças menores de 7 anos, 12,86% dos dentes necessitam de algum tratamento curativo e 3,32% já precisam de intervenção endodôntica. Na faixa etária dos 11 aos 13 anos observou-se um aumento na indicação de tratamentos conservadores, indicando que a saúde bucal das crianças indígenas está longe da ideal. Além desses aspectos, a periodontite agressiva não foi observada nas comunidades, mas a maioria da população examinada apresentou gengivite ou periodontite crônica. A ocorrência de Aggregatibacter actinomycetemcomitans, foi avaliada utilizando-se de cultura e PCR, bem como a distribuição de cepas com mínima ou máxima expressão leucotoxigênica em 86 moradores da aldeia com gengivite ou periodontite. Amostras clínicas subgengival, supragenvival e saliva foram coletadas e cultivadas em ágar TSBV e incubadas em anaerobiose (90% N2 + 10% CO2), a 37oC, por 3 dias. A. actinomycetemcomitans foi detectada por cultura em 8,33% e em 26,32% das amostras subgengivais de pacientes com gengivite e periodontite, respectivamente. A detecção de PCR evidenciou a presença deste microorganismo em 8,33% dos pacientes com gengivite e em 34,21% dos pacientes com periodontite. Todos isolados apresentaram mínima leucotoxicidade. Os resultados revelaram que A. actinomycetemcomitans está relacionada com perda de inserção conjuntiva em alguns indivíduos .
Keywords: Brasil
Índios Sul-Americanos
Saúde de Populações Indígenas
Mato Grosso
Região Centro-Oeste
Cárie Dentária
Terena
Nambikwara
Bororo
Bakairi
Saúde de Populações Indígenas
Índice CPO
Doenças da boca
Freio lingual
Irantxe
Kayabi
Paresi
Periodontite
Umutina
DeCS: Cárie Dentária
Freio Lingual
Periodontite
Doenças da Boca
Periodontite
Saúde de Populações Indígenas
Brasil
Issue Date: 2009
Citation: VIEIRA, Evanice Menezes Marçal. Estudo das condições de saúde bucal e avaliação da microbiota periodontopatogênica de uma população indígena brasileira. 2009. 116 f. Tese (Doutorado em Odontologia) - Faculdade de Odontologia de Araçatuba, Universidade Estadual Paulista, Araçatuba, 2009
Place of defense: Araçatuba/SP
Defense institution: Universidade Estadual Paulista . Faculdade de Odontologia de Araçatuba
Copyright: open access
Appears in Collections:EPI - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
777985445.pdf1.56 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.