Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/5911
Title: Estado nutricional, absorção e tolerância a lactose e sobrecrescimento bacteriano no intestino delgado de crianças índias Terenas - Mato Grosso do Sul
Authors: Alves, Gildney Maria dos Santos
Abstract: Este estudo foi realizado com crianças índias Terenas do Mato Grosso do Sul com os objetivos de avaliar: 1. o estado nutricional da população infantil; 2. a capacidade de absorção e a tolerãncia à lactose; 3. a ocorrência de sobrecrescimento bacteriano no intestino delgado; 4. a prevalência de parasitoses intestinais. Foi estudada a totalidade da população infantil das crianças Terenas das Aldeias de Limão Verde e do Córrego Seco com idade inferior a 10 anos, no ano de 1995. O estado nutricional foi avaliado em 264 crianças com base no peso e na estatura, utilizando-se a tabela do NCHS como referência. O teste do hidrogênio no ar expirado, após a administração de lactose (l8g em solução a 10 por cento ), foi avaliado em 251 crianças. A tolerãncia a lactose, teve como base o aparecimento de manifestações clínicas nas 72 horas após sua administração. A ocorrência de sobrecre'scimento bacteriano foi avaliada pelo teste do hidrogênio no ar expirado após a administração de lactulose (5g em solução a 50 por cento ) em 252 crianças. Exame parasitológico de fezes foi realizado em amostras provenientes de 244 crianças pelos métodos de Faust e Hoffman. Os resultados mostraram que o estado nutricional das crianças Terenas é adequado, sendo baixa a ocorrência de desnutrição energético-protéica atual (escore Z menor que -2.0 DP = 3,4 por cento ). Com relação à estatura para a idade, observou-se que 14,0 por cento das crianças se 2 encontravam com escore Z menor do que -2.ODP. Absorção deficiente e má absorção de lactose foi observada exclusivamente após o quarto ano de vida em 89,3 por cento das crianças avaliadas. Intolerãncia à lactose foi constatada em 37, 1 por cento dessas crianças. Sobrecrescimento bacteriano no intestino delgado foi caracterizado em l 1,5 por cento das crianças estudadas, sendo que o teste do hidrogênio no ar expirado com a lactulose demonstrou, também, que todas as crianças eram produtoras de hidrogênio. Giardíase foi a parasitose intestinal de maior prevalència (30,2 por cento ) destacando-se a baixa prevalência de ascaridíase (l,6 por cento ) e ancilostomíase (4, 1 por cento ), em relação à população pediãtrica de centros urbanos e de outras áreas indígenas. Em conclusão, a população infantil Terena apresenta baixa incidência de desnutrição atual. A ocorrência de déficit de estatura para a idade foi similar à da população brasileira e dos índios do Alto Xingu...(truncado)
Issue Date: 1998
Citation: ALVES, Gildney Maria dos Santos. Estado nutricional, absorção e tolerância a lactose e sobrecrescimento bacteriano no intestino delgado de crianças índias Terenas - Mato Grosso do Sul. 1998. 146 f. Tese - Universidade Federal de Säo Paulo. Escola Paulista de Medicina, São Paulo, 1998
Place of defense: São Paulo/SP
Defense institution: Universidade Federal de Säo Paulo. Escola Paulista de Medicina
Appears in Collections:TR - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
088776039.html34.49 kBHTMLView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.