Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/603
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorGimeno, Associada Suely Godoy Agostinho-
dc.contributor.authorGalvão, Patrícia Paiva de Oliveira-
dc.date.accessioned2019-08-07T19:47:32Z-
dc.date.available2019-08-07T19:47:32Z-
dc.date.issued2013
dc.identifier.citationGALVÃO, Patricia Paiva de Oliveira. Estado nutricional, doenças crônicas e condição socioeconômica das famílias Khisedje que habitam o Parque Indígena do Xingu. 2013. 81f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2013-
dc.identifier.urihttp://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/603-
dc.description.abstractA populacao indigena brasileira passa por profundas mudancas ecologicas, sociais e economicas, que podem trazer consequencias diretas sobre os padroes nutricionais. Objetivo: este estudo transversal teve como objetivo principal verificar a coexistencia de doencas cronicas, em adultos, e de deficits nutricionais, em menores de 5 anos (familia ampliada), bem como suas relacoes com a condicao socioeconomica dos indigenas Khisedje que vivem no Parque indigena do Xingu (Brasil Central). Metodos: foram realizados exames fisicos (peso, estatura, perimetro abdominal e pressao arterial) e bioquimicos (glicemia, colesterol total e fracoes e triglicerides) em 179 adultos (20 a 89 anos de idade); dados de peso e estatura de 61 criancas menores de cinco anos foram avaliados a partir das fichas individuais ja existentes e a condicao socioeconomica foi avaliada por meio de questionario padrao, aplicado em cada domicilio com o auxilio de um interprete. Na descricao dos dados utilizaram-se medidas de tendencia central e de dispersao (variaveis quantitativas) e porcentagens (variaveis qualitativas). A existencia de relacao entre as presencas dos desfechos de interesse (condicao nutricional ou doencas cronicas) segundo sexo ou situacao socioeconomica foi avaliada pelo coeficiente de correlacao de Pearson. Resultados: Observou-se, entre os adultos, prevalencias de 42,4% de sobrepeso e de 98% de doencas cronicas (diabetes, hipertensao arterial ou dislipidemia), principalmente dislipidemia (84%). Entre as criancas a prevalencia de desnutricao foi 36% (A/I <-2 escore-z). Porem, essas condicoes nao se associaram a condicao socioeconomica de cada familia. Conclusao: Novos estudos sao necessarios no sentido de se identificar possiveis variaveis que possam, de fato, discriminar a condicao socioeconomica dos indigenas que vivem em aldeias-
dc.language.isopor-
dc.rightsopen accessen_US
dc.subject.otherBrasil-
dc.subject.otherSaúde de Populações Indígenas-
dc.subject.otherMato Grosso-
dc.subject.otherParque Indígena do Xingu-
dc.subject.otherRegião Centro Oeste-
dc.subject.otherObesidade-
dc.subject.otherEstado Nutricional-
dc.subject.otherDoença crônica-
dc.subject.otherSobrepeso-
dc.subject.otherTranstornos da nutrição infantil-
dc.subject.otherKhisedje-
dc.subject.otherAlimentação e Nutriçãoen_US
dc.titleEstado nutricional, doenças crônicas e condição socioeconômica das famílias Khisêdje que habitam o Parque Indígena do Xingu-
dc.typeDissertationen_US
dc.degree.grantorUniversidade Federal de São Paulo-
dc.degree.localSão Paulo/SP-
dc.subject.decsObesidade-
dc.subject.decsEstado Nutricional-
dc.subject.decsDoença Crônica-
dc.subject.decsTranstornos da Nutrição Infantil-
dc.subject.decsSaúde de Populações Indígenas-
dc.subject.decsAlimentos, Dieta e Nutriçãoen_US
Appears in Collections:AN - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
739384375.pdf4.99 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.