Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/612
Title: Crescimento linear e ganho de peso em crianças Xavante: um estudo longitudinal.
Advisor: Coimbra Jr., Carlos E. A.
Authors: Ferreira, Aline Alves
Co-advisor: Welch, James Robert
Cunha, Geraldo M.
Abstract: O crescimento infantil é considerado um processo dinâmico e apresentam estreita relação com fatores ambientais, como alimentação, ocorrência de doenças evitáveis, saneamento básico, sazonalidade, condições socioeconômicas entre outros. Entre indígenas do país, existem apenas estudos de caso e um unico inquérito nacional que permite avaliar esse processo de crescimento ponderal e estatura de forma fracionada. Assim, o objetivo dessa tese foi avaliar a dinâmica de crescimento linear e ponderal das crianças Xavante menores de 10 anos das aldeias Pimentel Barbosa e Etênhiritipá (Mato Grosso) entre 2009-2012, com foco na sazonalidade e fatores socioeconômicos. O desenho desse estudo é longitudinal, do tipo prospectivo e com uma população dinâmica. Trata-se de um conjunto de dados desbalanceados e de tempo não estruturado, realizado entre os Xavante das aldeias Pimentel Barbosa e Etênhiritipá (T. I. Pimentel Barbosa), leste do estado de Mato Grosso, na região do cerrado, local de alta sazonalidade. O trabalho de campo foi conduzido em seis momentos de coleta de dados, três na época das chuvas e três na seca: julho de 2009, janeiro de 2010, julho de 2010, janeiro 2011, julho 2011 e janeiro de 2012. Foram realizadas entrevistas domiciliares e coleta de dados antropométricos e demográficos a cada ida a campo. Os dados socioeconômicos referentes à renda per capita e escolaridade dos pais foram coletados anualmente e os valores das variáveis ausentes foram substituídos através do processo de imputação dos dados. As perdas no seguimento foram analisadas a partir do teste U de Mann-Whitney (p-valor < 0,05). A descrição estatística do peso e altura foi feita através de curvas suavizadas pela função spline em função de idade, de acordo com o sexo das crianças Xavante. Essas curvas foram comparadas às referências propostas pela OMS. Três modelos foram testados (modelo linear, modelo linear generalizado misto e modelo aditivo generalizado misto - GAMM). O modelo final utilizado foi o GAMM, apresentando menor AIC e melhor adequação ao tipo de dados correlacionados (estrtura comum entre medidas repetidas). As variáveis respostas, peso e estatura, foram testadas separadamentes com diversas variáveis socioeconômicas, demográficas, sexo e sazonalidade. Todos os aspectos legais e éticos foram cumpridos e utilizou-se os programas estatísticos SPSS (19.0) e R (2.15.0). Flutuações na evolução ponderal e estatural de crianças Xavante menores de dez anos foram evidenciadas nos resultados desta investigação. Nos primeiros 24 meses, houve uma maior flutuação no ganho de peso e a linha de crescimento ponderal fica aquém do preconizado. Além disso, constatou-se que há a influência significativa da sazonalidade (época das chuvas), do local de moradia e do sexo nesse processo. As crianças Xavante menores de 5 anos cresceram linearmente com um padrão aquém do preconizado pela população referência, ficando sempre abaixo da mediana e, em alguns momentos, em torno da linha equivalente ao -2 escores z. Diferenças significativas na altura relacionam-se a uma diferenciação socioeconômica interna. As alturas das crianças diferem em relação ao sexo, local de moradia, renda per capita e número de moradores no domicílio. O conhecimento de fatores que influenciam esse processo ao longo do tempo permitirá intervenções mais específicas para determinados grupos ou épocas do ano, possibilitando rotinas de vigilância alimentar e nutricional mais acentuadas nesses períodos.
Keywords: Brasil
Índios Sul-Americanos
Saúde de Populações Indígenas
Mato Grosso
Região Amazônica
Região Centro-Oeste
Xavante
Antropometria
Estudos Epidemiológicos
Saúde da Criança
Crescimento Infantil
Fatores socioeconômicos
DSEI Vilhena
Estações do ano
DeCS: Estudos Epidemiológicos
Saúde de Populações Indígenas
Região Amazônica
Antropometria
Saúde da Criança
Crescimento Infantil
Fatores socioeconômicos
Issue Date: 2013
Citation: FERREIRA, Aline Alves. Crescimento linear e ganho de peso em crianças Xavante: um estudo longitudinal. 2013.137 f. Tese (Doutorado em Ciências - Epidemiologia em Saúde Pública) - Escola Nacional de Saúde Pública, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2013
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Defense institution: Escola Nacional de Saúde Pública
Copyright: open access
Appears in Collections:AN - Teses de Doutorado
EPI - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
816659355.pdf3.94 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.