Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/632
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorOliveira, Suellen Regina Fagundes De-
dc.date.accessioned2019-08-08T12:05:55Z-
dc.date.available2019-08-08T12:05:55Z-
dc.date.issued2011
dc.identifier.citationOLIVEIRA, Suellen Regina Fagundes de. A gravidez na adolescência indígena: Os efeitos econômicos e sociais do comportamento sexual de risco das índias adolescentes gestantes do minicípio de Baía da Traição/PB. 2011. 32 f. TCC (Especialização em Gestão Pública Municipal) - Universidade Federal da Paraíba, Paraíba, 2011.-
dc.identifier.urihttp://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/632-
dc.description.abstractA gravidez na adolescência tem sido um tema que vem adquirindo relevância na atualidade, haja vista ser um comportamento sexual de risco, em que podem ter significativos efeitos futuros, sobre os próprios adolescentes ou à sociedade. Ao unir essa situação da gravidez na adolescência com uma comunidade tradicional como a indígena, gera a necessidade de investigação, conhecimento e analisar sobre esse conjunto, concernente aos efeitos econômicos e sociais no município de Baía da Traição. O estudo teve como objetivo investigar os efeitos econômicos e sociais do comportamento sexual de risco nas adolescentes gestantes que se autodeclaram índias, residentes nas aldeias. A pesquisa foi de caráter exploratório e descritivo, baseou-se na coleta de dados direto da realidade empírica observada e em uma revisão da literatura em torno da problemática, sendo aplicados formulários com questões semi-estruturadas às índias adolescentes gestantes que totalizaram em dez pessoas, moradoras das aldeias: Forte, Galego, Lagoa do Mato, Cumarú, São Francisco, Vila São Miguel, Santa Rita e Tracoeira. A análise dos dados coletados indicou que uma gravidez precoce e/ou indesejada traz consequências indesejáveis às adolescentes, tais como: maiores chances de abandono escolar e redução nas oportunidades de aumento de qualificação profissional. Entretanto, confirmam que a gestação nessa fase da vida faz parte do seu contexto histórico familiar, logo, julgam ser o período certo para ter filhos. Logo, os riscos associados com uma gravidez na adolescência independem dos fatores socioculturais ou da raça/cor, que acarretam problemas biológicos, psicossociais e econômico-financeiros.-
dc.language.isopor-
dc.rightsopen accessen_US
dc.subject.otherBrasil-
dc.subject.otherÍndios Sul-Americanos-
dc.subject.otherSaúde de Populações Indígenas-
dc.subject.otherRegião Nordeste-
dc.subject.otherParaíba-
dc.subject.otherFatores de Risco-
dc.subject.otherGravidez, Parto e Puerpério-
dc.subject.otherCondições Socioeconômicas-
dc.subject.otherSaúde Reprodutiva-
dc.subject.otherSaúde do Adolescente-
dc.titleA gravidez na adolescência indígena: Os efeitos econômicos e sociais do comportamento sexual de risco das índias adolescentes gestantes do minicípio de Baía da Traição/PB-
dc.typeTCCen_US
dc.creator.affilliationUniversidade Federal da Paraíba. Centro de Ciências Sociais Aplicadas. Departamento de Economia. João Pessoa. PB, Brasil.-
dc.degree.grantorUniversidade Federal da Paraíba.-
dc.degree.localParaíba-
Appears in Collections:TR - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
671960315.pdf424.2 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.