Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/635
Title: Análise das práticas dos(as) enfermeiros(as) indígenas das etnias Guarani, Kaiowá e Terena na perspectiva do cuidado cultural
Advisor: Monteiro, Maria Inês
Authors: Quadros, Fátima Alice Aguiar
Abstract: Resumo: Introdução: O cuidado cultural abrange diferentes crenças, valores e condições socioeconômicas em uma sociedade. Conhecendo as realidades individuais e sociais os profissionais da área de enfermagem podem vir a buscar um melhor entendimento dos processos de saúde e doença, aprimorando o embasamento para a prática do cuidar nas diferentes fases da vida. Objetivo: Analisar a atuação dos(as) enfermeiros(as) indígenas dos grupos étnicos Guarani, Kaiowá e Terena, no sul do Estado do Mato Grosso do Sul. Percurso metodológico: Pesquisa documental e etnográfica nas terras indígenas no sul do MS, realizada com enfermeiros e enfermeiras indígenas das etnias Guarani, Kaiowá e Terena, bem como pessoas da comunidade indígena que estiveram sob os cuidados de enfermagem, na atenção à saúde indígena: nos Polos de Saúde Indígena dos municípios de Amambai, Caarapó e Dourados, Unidades de Atenção Básica, assim como na Casa de Apoio à Saúde Indígena (CASAI) de Dourados e Amambai. A pesquisa foi aprovada por lideranças indígenas e órgãos responsáveis com relação aos aspectos éticos envolvendo população indígena, a saber, Conselho Distrital de Saúde Indígena, Distrito Sanitário Especial Indígena, Comitê de Ética em Pesquisa da UNICAMP, Comissão Nacional de Ética em Pesquisa e Fundação Nacional do Índio. O período da coleta de dados transcorreu entre maio e dezembro de 2015, após contato prévio e a obtenção da autorização do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE). Participaram do estudo doze enfermeiros(as) indígenas e trinta e uma pessoas da comunidade pertencentes aos grupos étnicos Guarani, Kaiowá e Terena. Utilizou-se como instrumentos de coleta de dados observação participante e não participante, entrevista individual e grupo focal, incluindo i) pesquisa documental, ii) entrevista individual com os(as) enfermeiros(as), iii) observação das práticas dos(as) enfermeiros(as) em atuação individual, em grupo e em reuniões e iv) entrevista com pessoas da comunidade em geral. Analisaram-se os registros compilados conforme modelo da etnoenfermagem (Leininger). Resultados: Verificou-se o ingresso nos cursos de Enfermagem com características sociodemográficas em constante movimento temporal, favorecendo o reconhecimento de sua multiculturalidade. A formação é marcada pelas "barreiras culturais" vivenciadas em sala de aula nas relações interétnicas e interculturais. A inserção destes profissionais no mercado de trabalho é expressa pelo agir político e sociocultural, que conecta orientações e práticas de saúde oriundas dos sistemas indígenas àquelas promovidas pelo Estado brasileiro. O Trabalho possui múltiplas transversalidades marcadas pela relação de gênero, geracional, étnica, lutas sociais e desafios a serem vencidos. Considerações finais: Viabilizaram-se reflexões sobre mudanças necessárias ao longo do processo formativo de enfermeiros(as) indígenas. O trabalho como fim social no enfrentamento dos problemas de saúde e no convívio com não indígenas imprime significados humano e social às suas práticas, continuando e valorizando suas culturas ao reafirmarem o seu pertencimento étnico em meio à transformação no cenário de vida atual. Evidenciou-se a limitação profissional para a repadronização cultural de cuidados devido ao sistema no qual estão inseridos e que desconsidera qualquer possibilidade de protagonismo que não seja a de elementos da cultura hegemônica
Keywords: Brasil
Índios Sul-Americanos
Saúde de Populações Indígenas
Capacitação de Recursos Humanos em Saúde
Região Centro-Oeste
Mato Grosso do Sul
Educação em Saúde
Terena
Enfermagem
Guarani Kaiowá
Pessoal da Saúde
Trabalho em Saúde
DeCS: Saúde de Populações Indígenas
Capacitação de Recursos Humanos em Saúde
Educação em Saúde
Enfermagem
Issue Date: 2016
Citation: QUADROS, Fátima Alice Aguiar. Análise das práticas dos(as) enfermeiros(as) indígenas das etnias Guarani, Kaiowá e Terena na perspectiva do cuidado cultural. 2016. 168 f. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Faculdade de Enfermagem, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2016
Place of defense: Campinas/SP
Defense institution: Universidade Estadual de Campinas
Copyright: open access
Appears in Collections:AS - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
344367071.pdf10.06 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.