Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/6351
Title: Saberes e práticas alimentares de gestantes e lactantes ribeirinhas no contexto amazônico
Advisor: Mainbourg, Evelyne Marie Therese
Authors: Pereira, Naiara Lima
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Leônidas e Maria Deane. Manaus, AM, Brasil.
Abstract: O estudo das práticas alimentares ultrapassa a questão meramente nutricional, ele é um sistema complexo, em que diversos fatores são responsáveis pela escolha dos alimentos, entre eles, a disponibilidade, preferências, conhecimento nutricional e fatores sociais e culturais. O objetivo deste estudo é descrever e analisar as práticas alimentares de doze mulheres, sendo seis gestantes e seis lactantes que vivem nas comunidades ribeirinhas localizadas ao longo da margem esquerda do Rio Negro, no município de Manaus. Essas mulheres foram identificadas por intermédio dos Agentes Comunitários de Saúde de duas comunidades ribeirinhas, escolhidas pelas peculiaridades quanto ao acesso à área urbana. Uma dessas comunidades é mais distante da capital (Manaus) e próxima da sede de um município menor (Novo Airão), situado na margem direita do Rio Negro, enquanto a outra encontra-se à igual distância da sede de cada um dos dois municípios. Foram realizadas: 1 - entrevistas com gestantes, lactantes e pessoas consideradas importantes nas escolhas alimentares, como mães e parteiras, 2 - observação participante das práticas das gestantes e lactantes relacionadas à alimentação, desde atividades ligadas ao cultivo, plantação e pesca, até a escolha, preparo e consumo dos alimentos e 3 - um grupo focal com os profissionais que atuam na Unidade Básica de Saúde Fluvial que atendem essa população a fim de confrontar a fala desses profissionais com as vivências e relatos das mulheres pesquisadas. A partir da análise de conteúdo de Bardin identificamos quatro eixos temáticos: Do pescado com farinha ao ultraprocessado; O desejo de comer versus a dificuldade de obtenção; Saberes e restrições alimentares no período gravídico-puerperal, e Alimentos como remédios. A dieta básica dessas mulheres é constituída pelo binômio peixe e farinha, sendo modificada em função da estação diretamente ligada à cheia/seca dos cursos de água. No período da cheia, há o aumento do consumo de alimentos processados e ultraprocessados, devido à escassez de alimentos locais como o pescado. Baseados em saberes tradicionais, os conselhos dados por familiares, parteiras e profissionais da saúde em torno do período da gestação e lactação restringem o acesso à determinados alimentos e/ou permeiam a procura por alimentos de difícil obtenção. A compreensão dessas práticas alimentares e das percepções dos profissionais sobre a alimentação dessa população, deve levar à melhor adequação das recomendações feitas pelos profissionais e consequentemente das políticas públicas para as populações ribeirinhas.
Abstract: The study of feeding practices goes beyond the merely nutritional issue, it is a complex system, in which several factors are responsible for the choice of food, among them, availability, preferences, nutritional knowledge and social and cultural factors. The objective of this study is to describe and analyze the feeding practices of twelve women, six pregnant women and six lactating women who live in the riverside communities located along the left bank of the Negro River, in the municipality of Manaus. These women were identified through the Community Health Agents of two riverside communities, chosen for their peculiarities regarding access to the urban area. One of these communities is more distant from the capital and closer to the headquarters of a smaller municipality (Novo Airão), located on the right bank of the Negro River, while the other is at equal distance from the headquarters of each of the two municipalities. Were conducted: 1 - interviews with pregnant women, lactating women and people considered important in food choices, such as mothers and midwives, 2 - participant observation of the practices of pregnant and lactating women related to food, from activities related to cultivation, planting and fishing, to the choice , preparation and consumption of food and 3 - a focus group with professionals working in the Basic Fluvial Health Unit that serve this population in order to confront the speech of these professionals with the experiences and reports of the women surveyed. From Bardin's content analysis, we identified four thematic axes: From fish with flour to ultra-processed; The desire to eat versus the difficulty of obtaining; Knowledge and restrictions: Food beliefs in the pregnancy-puerperal period, and Foods as medicines. The basic diet of these women consists of the binomial fish and flour, being modified according to the season directly linked to the flood / drought of water courses. During the flood period, there is an increase in the consumption of processed and ultra-processed foods, due to the scarcity of local foods like fish. Traditional knowledge and advice from family, midwives and health professionals around the period of pregnancy and lactation restrict access to certain foods and / or permeate the search for foods that are difficult to obtain. The understanding of these eating practices and the professionals' perceptions about the food of this population, should lead to a better adaptation of the recommendations made by the professionals and, consequently, of public policies for the riverside populations.
Keywords: População Ribeirinha
Alimentação e Nutrição
DeCS: Brasil
Saúde de Populações Indígenas
Comportamento Alimentar
Saúde da Mulher
Alimentos, Dieta e Nutrição
Issue Date: 2020
metadata.dc.degree.date: 2020-02-21
Place of defense: Manaus, AM
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Leônidas e Maria Deane
Program: Programa de Pós-Graduação em Condições de Vida e Situações de Saúde na Amazônia
Copyright: open access
Appears in Collections:AN - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Naiara Lima Pereira.pdf3.69 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.