Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/6616
Title: Parasitos intestinais na comunidade indígena Xavante de Pimentel Barbosa, Mato Grosso, Brasil
Advisor: Araújo, Adauto José Gonçalves de
Authors: Silva, Gabriela Mendes Vieira
Co-advisor: Coimbra Junior, Carlos Everaldo Alvares
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Neste trabalho são apresentados os resultados da pesquisa conduzida entre os Xavante, da aldeia Pimentel Barbosa ou Eteñitepa, Mato Grosso, no mês de julho de 2006. Foram analisadas 196 amostras de 565 habitantes residentes em 34 domicílios. As amostras foram analisadas para detecção de helmintos, protozoários e diferenciação de DNA do complexo Entamoeba histolytica/Entamoeba dispar, utilizando diferentes técnicas, específicas para cada objetivo. Do total de exames realizados, 61,2% da população apresentou resultado positivo para helmintos, protozoários e as espécies que mais se destacaram foram Ascaris lumbricoides (23,5%), Hymenolepis nana (20,4%) e Entamoeba coli (31,6%). Foram encontradas 11 espécies de parasitos diferentes. A prevalência encontrada para os helmintos foi 40,3%, e para protozoários 35,7%. As amostras inicialmente positivas à microscopia óptica para o complexo Entamoeba histolytica/ Entamoeba dispar resultaram em 7,7% de positividade, mas após testes com PCR não foram possíveis resultados conclusivos. Comparando estes resultados com inquéritos de anos anteriores nos Xavante, observa-se que as parasitoses intestinais têm caráter endêmico.
Abstract: This work represents the results of research conducted in July 2006 among the Xavante indians from the village of Pimentel Barbosa or Eteñitepa, Mato Grosso. There were 196 samples analyzed from 565 residents in 34 domiciles. The samples were analyzed for detection of helminths, protozoa and differentiation of DNA from the complex Entamoeba histolytica / Entamoeba dispar, using different techniques for each goal. Of the total tests, 61,2% of the population were positive from helminth and protozoa and the species that most stood out was Ascaris lumbricoides (23,5%), Hymenolepis nana (20,4%) and Entamoeba coli (31,6%). Eleven (11) different species of parasites were found. The prevalence found for helminths was 40,3% and 35,7% for protozoa. The optical microscopy samples for the complex Entamoeba histolytica / Entamoeba dispar resulted in 7.7% positivity, but after testing with PCR results the findings were not conclusive. Comparing these results with surveys of previous years in Xavante, we found that intestinal parasites are endemic character
Keywords: Brazil
Health of Indigenous Peoples
Indians, South American
Intestinal Parasitosis
Keywords: Xavante
Mato Grosso
Região Centro-Oeste
Parasitoses Intestinais
DeCS: Brasil
Saúde de Populações Indígenas
Índios Sul-Americanos
Enteropatias Parasitárias/epidemiologia
Helmintos/parasitologia
Etnologia
Análise Estatística
Issue Date: 2010
Citation: SILVA, Gabriela Mendes Vieira. Parasitos intestinais na comunidade indígena Xavante de Pimentel Barbosa, Mato Grosso, Brasil. 2010. 79 f. Dissertação - Escola Nacional de Saúde Pública, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2010
metadata.dc.degree.date: 2010
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca
Program: Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública
Copyright: open access
Appears in Collections:DIP - Dissertações de Mestrado



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.