Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/6638
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorGrando, Beleni Saléte-
dc.contributor.authorSilva, Adriane Aparecida de Freitas-
dc.date.accessioned2022-03-17T19:42:02Z-
dc.date.available2022-03-17T19:42:02Z-
dc.date.issued2015-
dc.identifier.citationSILVA, Adriane Aparecida de Freitas. Diálogos entre diferentes: o indígena e o enfermeiro no atendimento à saúde em Cuiabá-MT. 2015. 135 f. Dissertação (Mestrado) - Instituto de Educação, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, 2015en_US
dc.identifier.urihttp://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/6638-
dc.description.abstractA presente dissertação tem como objetivo compreender as relações entre enfermeiros e indígenas no momento do atendimento de saúde na rede do Sistema Único de Saúde (SUS), levando-se em consideração os conhecimentos e práticas do enfermeiro em situações em que o corpo indígena é a centralidade do cuidar, o que faz emergir conflitos étnicoculturais. A pesquisa qualitativa recorre aos recursos metodológicos da etnografia para descrever as situações e a visão dos enfermeiros no encontro com o usuário indígena no SUS. A observação ocorreu desde o primeiro contato até a internação hospitalar, seguida de entrevista com os enfermeiros que realizaram o atendimento. Foram entrevistados 10 enfermeiros que desempenham funções em dois hospitais da na rede SUS Cuiabá, o Hospital Universitário Júlio Müller e o Hospital e Pronto Socorro de Cuiabá. A observação ocorreu entre os meses de outubro e novembro de 2014. Como enfermeira, a pesquisadora buscou identificar o contato interétnico entre enfermeiros e indígenas, discutindo em que medida os saberes e fazeres sobre o corpo dialogam e contribuem para a terapêutica indicada, e também se há algum indicativo, na formação dos enfermeiros, que reflete sua prática. De acordo com as diretrizes do SUS, o indígena tem direito a um atendimento intercultural, cabendo ao poder público assegurar que este ocorra nos estabelecimentos de saúde e demais esferas abrangidas pelo subsistema de atendimento indígena. A análise dos dados busca evidenciar a interculturalidade na relação interétnica. No frenesi do cotidiano dos profissionais entrevistados, o exercício da empatia e solidariedade é obrigatório e quase automático, mas há circunstâncias que exigem mais do que tais competências para que se possa atender bem o outro que é, no caso da pesquisa, o corpo indígena. O estudo sobre as práticas dos enfermeiros, elaboradas a partir dos seus saberes, e a aplicação destas no corpo indígena, fabricado e orientado pelos ditames de sua cultura, leva-nos a desvelar o que ocorre nos espaços da “fronteira interétnica e intercultural”. Na pesquisa, buscamos o conhecimento sobre a construção das relações entre profissionais não índios e o usuário indígena, evidenciando como estes estabelecem demandas para as diretrizes curriculares e a educação permanente em serviço do profissional de saúde. Os enfermeiros, principalmente os que atuam na saúde pública, se deparam com o desafio de atender o usuário na sua integralidade, prestando uma modalidade de cuidado que não apenas trate a doença, mas que supra as necessidades do doente. A análise de conteúdo revelou que os enfermeiros não se sentem preparados adequadamente, em sua formação superior, para atuar no campo da interculturalidade, fazendo-se necessário sua inclusão na grade curricular dos cursos, desde a formação inicial. Esse tipo de capacitação objetiva municiar o enfermeiro no desempenho de ações que contemplem a convergência de saberes para um único foco: o cuidado do corpo indígena adoecido e que busca tratamento fora de sua comunidade.en_US
dc.language.isoporen_US
dc.rightsopen accessen_US
dc.subject.otherAtenção à Saúde-
dc.subject.otherInterculturalidadeen_US
dc.subject.otherAlteridadeen_US
dc.subject.otherCorpoen_US
dc.titleDiálogos entre diferentes: o indígena e o enfermeiro no atendimento à saúde em Cuiabá-MTen_US
dc.typeDissertationen_US
dc.creator.affilliationUniversidade Federal de Mato Grosso. Cuiabá, MT, Brasilen_US
dc.degree.grantorUniversidade Federal de Mato Grossoen_US
dc.degree.date2015-
dc.degree.localCuiabá/MTen_US
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Educaçãoen_US
dc.subject.decsAtenção à Saúde-
dc.subject.decsBrasilen_US
dc.subject.decsSaúde de Populações Indígenasen_US
dc.subject.decsÍndios Sul-Americanosen_US
dc.subject.decsCompetência Culturalen_US
dc.subject.decsEducação Superioren_US
dc.subject.decsAssistência à Saúde Culturalmente Competenteen_US
dc.subject.decsEnfermeiras e Enfermeirosen_US
Appears in Collections:AS - Dissertações de Mestrado



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.