Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/6665
Título: Biodiversidade de flebotomíneos (Diptera: Psychodidae) na aldeia indígena Jaguapiru, Dourados, Mato Grosso do Sul, 2008 - 2009: Implicações epidemiológicas
Orientador: Gaona, Jairo Campos
Autor(es): Santos, Kleiton Maciel dos
Coorientador: Dorval, Maria Elizabeth Moraes Cavalheiros
Afiliação: Universidade Federal da Grande Dourados. Dourados, MS, Brasil
Resumo: A aldeia indígena Jaguapiru, reúne condições favoráveis que levam a população indígena viver sob o risco de ocorrência de casos humanos de leishmanioses. O trabalho teve como objetivo caracterizar os principais fatores ambientais que podem influenciar na dinâmica de transmissão de leishmanioses na aldeia, e determinar como esses fatores interagem. As coletas dos espécimes de flebotomíneos foram realizadas de dezembro de 2008 a novembro de 2009, com armadilhas luminosas tipo CDC e armadilhas de Shannon nas cores branca e preta. Foi registrada a presença de vetores reconhecidos na transmissão de leishmaniose tegumentar (LT) – Nyssomyia whitmani, Migonemyia migonei, Nyssomyia neivai, Pintomyia pessoai e de leishmaniose visceral (LV) – Lutzomyia longipalpis, tanto no interior de residências quanto no peridomicílio. Os vetores de leishmaniose ocorreram com maior abundância no ambiente antrópico. No ambiente de mata foi registrado positividade para o gênero Leishmania pela reação em cadeia da polimerase (PCR), nas espécies Nyssomyia whitmani, Pintomyia pessoai, Psathyromyia shannoni, Psathyromyia punctigeniculata, Evandromyia cortelezzii, Pintomyia christenseni e Brumptomyia galindoi. Foi encontrada uma associação de preferência na composição e abundância das espécies de flebotomíneos com os ecótopos de coleta (mata, residências, hospital), verificando-se variação na composição de espécies e sendo o ambiente de mata o que apresentou maior diversidade. Existe a possibilidade de que a transmissão de Leishmania possa ser influenciada pela presença de residências próximas de vegetação arbórea e pela composição de espécies. O risco de transmissão reflete a necessidade de implementação de atividades de prevenção das leishmanioses e controle dos flebotomíneos.
Resumo em inglês: It is found favorable conditions in the indigenous village Jaguapiru that lead indigenous population to live under the human cases risks of leishmaniasis. This work aims to characterize the main environmental factors which may influence the dynamic of transmission of leishmaniasis in the village and to determine how these factors interact. Collects of specimens of sandflies were taken from December 2008 to November 2009 using CDC light traps and white and black Shannon traps. It was registered the presence of vectors known in the transmission of cutaneous leishmaniasis (CL) - Nyssomyia whitmani, Migonemyia migonei, Nyssomyia neivai, Pintomyia pessoai and visceral leishmaniasis (VL) - Lutzomyia longipalpis, inside both dwellings and peridomiciliary as well. The vectors of leishmaniasis were more abundant in the anthropic environment. In forest areas it was recorded positiveness for Leishmania by polymerase chain reaction (PCR), of species Nyssomyia whitmani, Pintomyia pessoai, Psathyromyia shannoni, Psathyromyia punctigeniculata, Evandromyia cortelezzii, Pintomyia christenseni and Brumptomyia galindoi. We found a favorable association in the composition and abundance of sandflies with the ecotopes from the collect (forest, residences, hospital). It was noticed there were changes in species composition besides having a higher diversity in the forest environment. There is a possibility that the transmission of Leishmania can be influenced by the presence of homes near the trees and by the species composition. The risk of transmission reflects the need to implement prevention activities and control of leishmaniasis vector
Palavras-chave em inglês: Brazil
Health of Indigenous Peoples
Indians, South American
Epidemiology
Leishmaniasis
Palavras-chave: Mato Grosso do Sul
Região Centro-Oeste
DeCS: Brasil
Saúde de Populações Indígenas
Índios Sul-Americanos
Epidemiologia
Leishmaniose
Fatores Epidemiológicos
Dípteros
Data do documento: 2010
Referência: SANTOS, Kleiton Maciel dos. Biodiversidade de flebotomíneos (Diptera: psychodidae) na aldeia indígena Jaguapiru, Dourados, Mato Grosso do Sul, 2008 - 2009: implicações epidemiológicas. 2010. 69 f. Dissertação (Mestrado em Entomologia e Conservação da Biodiversidade) – Faculdades de Ciências Biológicas, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados, 2010
Data de defesa: 2010-08
Local de defesa: Dourados/MS
Departamento: Faculdade de Ciências Biológicas e Ambientais
Instituição de defesa: Universidade Federal da Grande Dourados
Programa: Programa de pós-graduação em Entomologia e Conservação da Biodiversidade
Direito autoral: open access
Aparece nas coleções:DIP - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
392088552.pdf4.67 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


O uso do material disponibilizado neste repositório deve ser feito de acordo e dentro dos limites autorizados pelos Termos de Uso.