Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/6714
Title: O uso das ervas medicinais na atualidade kaingang da Terra Indígena Xapecó, Santa Catarina, Brasil
Advisor: Diehl, Eliana Elisabeth
Authors: Mendes, Ivania
Affilliation: Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Florianópolis, SC, Brasil
Abstract: O uso das ervas medicinais vem crescendo entre as populações do mundo todo devido ao alto poder de cura e benefício para a saúde humana. Na botânica, existem inúmeras experiências de identificação devido à grande biodiversidade delas no Brasil, com grande repercussão nos meios sociais, havendo ainda muitas plantas a serem reconhecidas e catalogadas pelos biólogos e cientistas. O objetivo geral deste estudo é analisar os usos das ervas medicinais no cotidiano Kaingang da aldeia Pinhalzinho (TI Xapecó, SC), relacionando com a situação ambiental atual. Durante o período da pesquisa, realizada entre abril e novembro de 2014, fiz entrevistas com kujá (kujá é uma pessoa com dons espirituais, que tem o conhecimento do tempo, espaço, rituais, cânticos, língua dos animais e sobre ervas medicinais), kofá, mulheres e jovens. Na etnia Kaingang, as ervas (plantas) medicinais são usadas em tratamento de doenças em geral, sendo que houve época que só faziam o uso das ervas orientados pelos kujá, rezadores (são as pessoas que participam ajudando o kujá nos rituais do Kiki, para a passagem dos mortos, para o descanso eterno) e benzedores (são as pessoas que têm o conhecimento da prática de benzimentos para algumas doenças, como cobreiro, vermes, susto, entre outras). Há alguns anos esse conhecimento das ervas se tornou mais frequente entre as famílias, repassado de pais para filhos. Porém, até hoje tem conhecimento que somente o kujá sabe e que é repassado a alguém de sua inteira confiança e que será assim repassado a outros que guardarão sigilo até o fim de sua vida. A prática do uso de ervas medicinal vem diminuindo aos poucos na aldeia devido ao aumento da demanda da oferta e procura de medicamentos no posto de saúde. A existência, no posto de saúde da aldeia, de um horto medicinal com uma cozinha de fitoterápicos que fornece chás, xaropes e pomadas para a população também pode estar desestimulando a busca das ervas no mato. O aumento de lavouras e o uso de agrotóxicos também têm contribuído para a diminuição das espécies de muitas ervas medicinais de extrema importância para o tratamento de doenças e usadas em rituais. O surgimento de outras crenças aos poucos tem se propagado e muitos Kaingang se convertem a essas religiões, deixando de lado o uso de plantas medicinais.
Keywords: Brazil
Health of Indigenous Peoples
Indians, South American
Medicine, Traditional
Plants, Medicinal
Keywords: Autoria Indígena
Kaingang
Região Sul
Santa Catarina
DeCS: Brasil
Saúde de Populações Indígenas
Índios Sul-Americanos
Medicina Tradicional
Plantas Medicinais
Issue Date: 2015
Citation: MENDES, Ivania. O uso das ervas medicinais na atualidade kaingang da Terra Indígena Xapecó, Santa Catarina, Brasil. 2015. 35 f. TCC (Licenciatura) - Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2015
metadata.dc.degree.date: 2015
Place of defense: Florianópolis
Defense institution: Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Filosofia e Ciências Humanas
Program: Graduação em Licenciatura Intercultural Indígena do Sul da Mata Atlântica, Terminalidade Gestão Ambiental
Copyright: open access
Appears in Collections:ASMT - Trabalhos de Conclusão de Curso



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.