Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/6775
Título: Alimentação indígena na América Latina: comida invisível, comida de pobres ou patrimônio culinário?
Autor(es): Katz, Esther
Afiliação: Institut de Recherche por le Développement. Paris, França/ Universidade de Brasília. Centro de Desenvolvimento Sustentável. Brasília,DF, Brasil
Resumo: Em todos os países latino-americanos, o modo de perceber a alimentação indígena é diferente, sendo em alguns casos simplesmente ignorada ou desconhecida. Às vezes, elementos dessa comida foram integrados ao modelo alimentar nacional. Em países como México e Peru, esses aspectos foram valorizados, mas, ao mesmo tempo, a comida dos índios de hoje é desvalorizada. Com estudos de caso no México (região mixteca, Estado de Oaxaca) e na Amazônia brasileira (Rio Negro, Amazonas), analisaremos como as dietas indígenas dessas regiões são percebidas sob duas perspectivas, de fora e de dentro. A partir do exame de suas características, será possível entrever que mesmo quando os índios vivem em situações desfavorecidas (no caso dos mixtecos), essas dietas são baseadas em um uso amplo e diverso dos recursos naturais, assim como de técnicas complexas de transformação dos alimentos. A partir dessa análise, discutiremos então se essas dietas podem ser consideradas como patrimônio culinário
Resumo em inglês: In each Latin American country, indigenous food is perceived in a different way. In some cases, it is merely ignored. Sometimes, indigenous food elements have been integrated in the national food model. In countries like Mexico or Peru, these aspects have been valued, yet, at the same time, the food of present-day Indians is despised. With case studies from Mexico (the Mixtec highlands in the State of Oaxaca) and the Brazilian Amazon (Rio Negro, State of Amazonas), we will analyze how the indigenous diets of these regions are perceived, through two points of view, from inside and from outside. The study of their characteristics shows that even though Indians live in precarious situations (like the case of the Mixtecs), their diets are based on a wide and diverse use of the natural resources, as well as complex techniques of food processing. This analysis will lead us to discuss whether these diets may be considered as a culinary heritage.
Palavras-chave em inglês: Brazil
Health of Indigenous Peoples
Indians, South American
Food
Heritage
México
Palavras-chave: Região Amazônica
Hábitos alimentares
Patrimônio
Mixtecos
Alimentação e Nutrição
DeCS: Brasil
México
Saúde das Populações Indígenas
Comportamento Alimentar
América Latina
Índios Sul-Americanos
Antropologia Cultural
Alimentos, Dieta e Nutrição
Data do documento: 2009
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Programa de Pós-graduação em Antropologia Social. Núcleo de Antropologia das Sociedades Indígenas e Tradicionais (NIT)
Referência: KATZ, Esther. Alimentação indígena na América Latina: comida invisível, comida de pobres ou patrimônio culinário?. Espaço Ameríndio, v. 3, n. 1, p. 25-41, jan./jun. 2009
Direito autoral: open access
Aparece nas coleções:AN - Artigos de Periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Alimentação indígena na América Latina: comida invisível, comida de pobres ou patrimônio culinário?213.33 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


O uso do material disponibilizado neste repositório deve ser feito de acordo e dentro dos limites autorizados pelos Termos de Uso.