Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/6877
Título: Evidências lingüísticas da antigüidade do piolho e de outros parasitas do homem na Amazônia
Autor(es): Rodrigues, Aryon Dall’Igna
Afiliação: Universidade de Brasília. Instituto de Letras. Laboratório de Línguas Indígenas
Resumo: Neste artigo, depois de mencionar algumas noções sobre parentesco lingüístico e reconstrução de proto-línguas, o autor mostra evidências lngüísticas da presença do piolho da cabeça, do bicho-de-pé e do berne entre os falantes de Proto-Tupí na Amazônia ocidental há cerca de 5.000 anos e também dos dois primeiros entre os falantes de ProtoKaríb, assim como da ocorrência da muquirana ou piolho do corpo e também do pente entre os falantes de Proto-Tupí-Guaraní, há cerca de 2.000 anos.
Palavras-chave em inglês: Brazil
Health of Indigenous Peoples
Indians, South American
Palavras-chave: Guarani
Região Amazônica
DeCS: Brasil
Saúde de Populações Indígenas
Índios Sul-Americanos
Etnologia
Pioderma
Helmintíase
Data do documento: 2005
Editor: FUNAI
Referência: RODRIGUES, Aryon Dall’Igna. Evidências lingüísticas da antigüidade do piolho e de outros parasitas do homem na Amazônia. Revista de Estudos e Pesquisas, Brasília, v. 2, n. 2, p. 89-97, 2005.
Direito autoral: open access
Aparece nas coleções:DIP - Artigos de Periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Evidências lingüísticas da antigüidade do piolho e de outros parasitas do homem na Amazônia27.86 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


O uso do material disponibilizado neste repositório deve ser feito de acordo e dentro dos limites autorizados pelos Termos de Uso.