Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/6879
Title: Política e intermedicalidade no Alto Xingu: do modelo à prática de atenção à saúde indígena
Authors: Novo, Marina Pereira
Affilliation: Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Brasília, DF, Brasil
Abstract: O modelo de atenção à saúde indígena no Brasil tem como fundamentos a atenção integral à saúde, associada à noção de atenção diferenciada, e prevê o respeito à diversidade cultural, buscando a incorporação de práticas terapêuticas tradicionais nos serviços de saúde destinados a atender estas populações. A questão que se coloca é entender de que forma é possível conciliar o acesso universal aos bens e serviços de saúde a uma atenção que garanta a diferenciação, sem interferir, no entanto, na qualidade dos serviços ofertados. Para além disso, é preciso definir quais parâmetros utilizar para avaliar a qualidade e a eficácia desses serviços oferecidos em um contexto intercultural. Com base em um estudo de caso - a implementação dos serviços de saúde no Alto Xingu - apresento questões relacionadas aos usos políticos e os "perigos" associados aos "espaços da saúde" e as distintas concepções (de índios e não índios) do que seja saúde e qualidade dos serviços de saúde. Essas questões se interpõem e afetam não apenas as ações de saúde, mas também a situação política local
Abstract: The indigenous healthcare model in Brazil is premised on comprehensive care combined with the notion of differentiated care and provides for respect for cultural diversity, seeking to incorporate traditional therapeutic practices into the health services that serve indigenous peoples. This study aimed to determine how to reconcile universal access to health goods and services with a model of care that guarantees differentiation, without interfering in the quality of services. It is also necessary to define which parameters should be used for evaluating the quality and efficacy of such services in an intercultural context. Based on a case study - the implementation of health services in the Upper Xingu - the author addresses some issues related to the political uses and "dangers" associated with "health spaces" and the distinct concepts (indigenous and non-indigenous) of what constitutes health and quality of health services. These issues affect not only health services but also the local political situation
Keywords: Brazil
Health of Indigenous Peoples
Indians, South American
Health Care Quality, Access, and Evaluation
Keywords: Mato Grosso
Região Centro-Oeste
Xingú
DeCS: Brasil
Saúde de Populações Indígenas
Índios Sul-Americanos
Qualidade, Acesso e Avaliação da Assistência à Saúde
Atenção à Saúde
Issue Date: Jul-2011
Publisher: Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Citation: NOVO, Marina Pereira. Política e intermedicalidade no Alto Xingu: do modelo à prática de atenção à saúde indígena. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 27, n. 7, p. 1362-1370, 2011
metadata.dc.identifier.doi: 10.1590/S0102-311X2011000700011
Copyright: open access
Appears in Collections:PSSI - Artigos de Periódicos



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.