Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/6937
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorBertanha, Wânia de Fátima Faraoni-
dc.contributor.authorCavalcante, Gigliana Maria Sobral-
dc.contributor.authorCavalcanti, Alessandro Leite-
dc.contributor.authorArruda, Thulio Antunes de-
dc.contributor.authorD'Ávila, Sérgio-
dc.date.accessioned2022-05-20T14:26:07Z-
dc.date.available2022-05-20T14:26:07Z-
dc.date.issued2012-
dc.identifier.citationBERTANHA, Wânia de Fátima Faraoni et al. Atenção à saúde bucal nas comunidades indígenas: evolução e desafios – uma revisão de literatura. Revista Brasileira de Ciências da Saúde, v. 16, n. 1, p. 105-112, 2012.en_US
dc.identifier.issn1415-2177-
dc.identifier.urihttp://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/6937-
dc.description.abstractObjetivo: Este artigo de revisão de literatura tem como objetivo apontar os aspectos relativos à atenção à saúde bucal nas comunidades indígenas, destacando-se a evolução e os desafios. Material e Métodos: O levantamento bibliográfico foi realizado nas bases de dados: Pubmed, SciELO, BBO e LILACS. Resultados: O Subsistema de Atenção à Saúde Indígena tem apresentado evoluções desde sua implantação. A criação de uma nova Secretaria no Ministério da Saúde, a Secretaria Especial de Atenção à Saúde Indígena, responsável exclusivamente pela atenção à saúde dos povos indígenas, vem ao encontro dos anseios dessas comunidades, dos profissionais e gestores, na expectativa de uma atenção em saúde integral e diferenciada. Uma das primeiras iniciativas desta Secretaria consistiu na implantação do Brasil Sorridente Indígena, visando acesso ao atendimento odontológico nas aldeias, estruturando e qualificando os serviços de saúde bucal e garantindo assistência odontológica integral a estes povos. Os desafios para o atendimento odontológico em área indígena são diversos, posto que aspectos geográficos, linguísticos e culturais representam dificuldades na atenção à saúde dessa população. Conclusão: É importante que o profissional adquira competência cultural, transcendendo os limites de um modelo assistencialista com foco no individuo, privilegiando a prevenção com o olhar voltado à coletividade, respeitando e valorizando os aspectos sociais e culturais dos povos indígenas.en_US
dc.language.isoporen_US
dc.publisherUniversidade Federal da Paraíba. Centro de Ciências da Saúdeen_US
dc.rightsopen accessen_US
dc.subject.otherRevisão Bibliográficaen_US
dc.subject.otherSubsistema de Saúde Indígenaen_US
dc.subject.otherPolíticas Públicas de Saúdeen_US
dc.titleAtenção à saúde bucal nas comunidades indígenas: evolução e desafios – uma revisão de literaturaen_US
dc.title.alternativeOral health care in indigenous communities: evolution and challenges – a literature reviewen_US
dc.typeArticleen_US
dc.creator.affilliationUniversidade Estadual da Paraíba. Centro de Ciências Biológicas e da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Odontologia. Campina Grande, PB, Brasil.en_US
dc.creator.affilliationUniversidade Estadual da Paraíba. Centro de Ciências Biológicas e da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Odontologia. Campina Grande, PB, Brasil.en_US
dc.creator.affilliationUniversidade Estadual da Paraíba. Centro de Ciências Biológicas e da Saúde. Campina Grande, PB, Brasil.en_US
dc.creator.affilliationUniversidade Estadual da Paraíba. Centro de Ciências Biológicas e da Saúde. Campina Grande, PB, Brasil.en_US
dc.creator.affilliationUniversidade Estadual da Paraíba. Centro de Ciências Biológicas e da Saúde. Campina Grande, PB, Brasil.en_US
dc.description.abstractenObjective: The aim of this literature review is to investigate aspects on oral health care in indigenous communities, highlighting the progress and challenges. Material and Methods The literature search was conducted in the databases: PubMed, SciELO, BBO and LILACS. Results: The Subsystem for Indigenous Healthcare has evolved since its inception. The creation of a new department within the Ministry of Health, the Special Secretariat for Indigenous Healthcare, responsible solely for health care of indigenous people, aimed to meet the expectations of these communities, professionals and managers regarding comprehensive and differentiated health care. One of the first initiatives of the Department was establishing the Indigenous Smiling Brazil program, which has the purpose of providing access to dental care in the local settlements by improving the structure and quality of oral health services, and by ensuring comprehensive dental care for these people. The challenges of providing dental care in indigenous areas are diverse, due to difficult geographical, linguistic and cultural aspects. Conclusion: It is important for health professionals to acquire cultural competence, and to transcend the boundaries of an assistance model focused on the individual, emphasizing prevention under a collective view, respecting and valuing social and cultural aspects of indigenous peoples.en_US
dc.identifier.eissn2317-6032-
dc.identifier.doi10.4034/RBCS.2012.16.01.16-
dc.subject.decsBrasilen_US
dc.subject.decsÍndios Sul-Americanosen_US
dc.subject.decsSaúde de Populações Indígenasen_US
dc.subject.decsSaúde Bucalen_US
dc.subject.decsPolítica de Saúdeen_US
dc.subject.enOral Healthen_US
dc.subject.enHealth Public Policyen_US
dc.subject.enIndigenous Healthen_US
dc.subject.enIndiansen_US
dc.subject.enSouth Americanen_US
Appears in Collections:PSSI - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
352729386.pdf49.99 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.