Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/6959
Título: Ditadura militar e práticas disciplinares no controle de índios: perspectivas psicossociais no relatório Figueiredo
Título(s) alternativo(s): Military dictatorship and disciplinary practices in the control of indigenous people: psychosocial perspectives on the Figueiredo report
Dictadura militar y prácticas disciplinarias en el control de indios: perspectivas psicosociales sobre el informe Figueiredo
Autor(es): Sant'Anna, André Luis de Oliveira de
Castro, Alexandre de Carvalho
Jacó-Vilela, Ana Maria
Afiliação: Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Resumo: O artigo analisa os registros disciplinares em relação aos povos indígenas, conforme descritos no Relatório Figueiredo, considerando o controle étnico-social exercido durante o período da ditadura militar no Brasil. Nesse sentido, decorre do trabalho do eixo indígena da Comissão Nacional da Verdade que identificou um conjunto de documentos, dados como desaparecidos desde a década de sessenta. Tais documentos tratam da apuração realizada por uma Comissão de Inquérito sobre as denúncias dos crimes praticados pelo próprio Serviço de Proteção aos Índios contra a população indígena. A opção teórico-metodológica tem como base a genealogia de Foucault, assim como seus postulados acerca de práticas disciplinares. O artigo identifica as práticas disciplinares utilizadas contra os índios no período da ditadura de 1964 a 1985, evidenciando como o corpo do índio foi atingido pelo poder, enquanto estratégia de controle.
Resumo em inglês: The purpose of this research was to analyze disciplinary records relating to indigenous peoples as described in the Figueiredo Report, considering the ethnic and social control exercised during the military dictatorship years in Brazil. In this sense, it follows from the context in which the Commission National Truth, through the work of the indigenous stem, has identified a set of documents, reported missing since the sixties: The Figueiredo report, which deals with the investigation of a Commission of Inquiry on allegations of crimes committed by the very Indigenous Protection Service against indigenous population. The theoretical option methodology is based on the genealogy of Foucault, as well as his principles on disciplinary practices. Identifying disciplinary practices used with indigenous people in the period of dictatorship will therefore be important to understand how native Brazilian’s bodies have been assaulted as a result of social control strategies.
Resumo em espanhol: El artículo analiza los registros disciplinares en relación a los pueblos indígenas conforme descritos en el Informe Figueiredo, considerando el control étnico-social ejercido durante el período de la dictadura militar en Brasil. En ese sentido, deriva del trabajo del eje indígena de la Comisión Nacional de la Verdad que identificó un conjunto de documentos, dados como desaparecidos desde la década de los sesenta. Tales documentos tratan del escrutinio realizado por una Comisión de Investigación sobre las denuncias de los crímenes cometidos por el propio Servicio de Protección a los Indios contra la población indígena. La opción teórico-metodológica tiene como base la genealogía de Foucault, así como sus postulados acerca de prácticas disciplinarias. El artículo identifica las prácticas disciplinarias utilizadas contra los indígenas en el período de la dictadura de 1964 a 1985, evidenciando cómo el cuerpo del indio fue alcanzado por el poder, como estrategia de control.
Palavras-chave em inglês: Disciplinary practices
Indigenous
Ethnic-racial relations
Report Figueiredo
Palavras-chave em espanhol: Dictadura militar
Indígenas
Prácticas disciplinarias
Relaciones étnico-raciales
Informe Figueiredo
Palavras-chave: Ditadura militar
Indígenas
Práticas disciplinares
Relações étnico-raciais
Relatório Figueiredo
DeCS: Brasil
Índios Sul-Americanos
Saúde Mental
Genocídio
Data do documento: 2018
Editor: Associação Brasileira de Psicologia Social
Referência: SANT'ANNA, André Luis de Oliveira de; CASTRO, Alexandre de Carvalho; JACÓ-VILELA, Ana Maria. Ditadura militar e práticas disciplinares no controle de índios: perspectivas psicossociais no relatório Figueiredo. Psicologia & Sociedade, v. 30, p. 1-10, 2018.
DOI: 10.1590/1807-0310/2018V30188045
ISSN: 0102-7182
Direito autoral: open access
Aparece nas coleções:TR - Artigos de Periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
729230778.pdfArtigo em Português297.13 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
ve_Andre_SantAnna_etal_CEFET_2018_en_US.pdfArtigo em Inglês282.17 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


O uso do material disponibilizado neste repositório deve ser feito de acordo e dentro dos limites autorizados pelos Termos de Uso.