Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/7190
Título: Ordem Consolata e povos indígenas do território federal do Rio Branco (1948-1952): estratégias de abordagem para inserção de cuidados
Autor(es): Machado, Jacquelaine Alves
Amorim, Raphael Florindo
Porto, Fernando
Afiliação: Universidade Estadual de Roraima. Departamento de Ciências Socialmente Aplicadas. Boa Vista, RR, Brasil
Universidade Federal de Roraima. Departamento de Enfermagem. Boa Vista, RR, Brasil
Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Escola de Enfermagem Alfredo Pinto. Departamento de Enfermagem Materno-Infantil. Rio de Janeiro, RH, Brasil
Resumo: A pesquisa discute as estratégias de aproximação com os indígenas de Rio Branco empreendidas por missionários católicos da Ordem Consolata em meados do século XX. Matérias selecionadas do periódico Missioni Consolata foram submetidas ao protocolo texto, imagem e contexto e relacionadas aos conceitos de campo, luta e espaço social, na perspectiva do sociólogo Pierre Bourdieu. Duas matérias do periódico e seis imagens, mostrando estratégias dos religiosos para aproximação com os índios e introdução de cuidados, foram articuladas ao texto e ao contexto. Trazer à tona aspectos do passado, sem verniz religioso, para o uso de estratégias que podem passar despercebidas na política e no discurso em prol da saúde indígena foi a síntese da pesquisa
Resumo em inglês: This study discusses the strategies used for approaching the indigenous peoples of Rio Branco by Catholic missionaries of the Consolata Order during the mid-twentieth century. Articles selected from the Missioni Consolata publication were analyzed according to text, image, and context protocol and related to the concepts of field, struggle, and social space from the viewpoint of the sociologist Pierre Bourdieu. Two articles and six images showing strategies undertaken by the missionaries to approach indigenous people and introduce care were linked to the text and context. This analysis shows aspects of the past, without religious filters, related to the use of strategies that may pass unnoticed in politics and in discourse in favor of indigenous health
Palavras-chave: CDI Consolata
Cuidado Religioso
Cuidado Cultural
DeCS: Brasil
Índios Sul-Americanos
Saúde de Populações Indígenas
Relações Interétnicas
Missões Religiosas
Data do documento: 2020
Editor: Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz)
Referência: MACHADO, Jacquelaine Alves; AMORIM, Raphael Florindo; PORTO, Fernando. Ordem Consolata e povos indígenas do território federal do Rio Branco (1948-1952): estratégias de abordagem para inserção de cuidados. História, Ciências, Saúde-Manguinhos [online], v. 27, n. 4, p. 1341-1353, 2020. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0104-59702020000500016
DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-59702020000500016
Direito autoral: open access
Aparece nas coleções:TR - Artigos de Periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Ordem Consolata e povos indígenas do território federal.pdf1.84 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


O uso do material disponibilizado neste repositório deve ser feito de acordo e dentro dos limites autorizados pelos Termos de Uso.