Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/7308
Título: Condições de saúde e nutrição de crianças indígenas e não-indígenas que vivem às margens do rio Solimões, Estado do Amazonas, Brasil
Título(s) alternativo(s): Health and nutritional conditions of indigenous and non-indigenous riverine children along the Rio Solimões, Amazonas State, Brazil
Autor(es): Viera, Alan Araujo
Braga, José Ueleres
Moraes, Claudia Leite
Afiliação: Universidade Federal do Rio de Janeiro. Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira. Rio de Janeiro, TJ, Brasil
Fundação Nacional de Saúde. Centro de Referência Prof. Hélio Fraga. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Instituto de Medicina Social. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Resumo: No período de janeiro a fevereiro de 1996, um grupo de médicos da Universidade Federal Fluminense em conjunto com a Associação dos Amigos da Canoagem e Ecologia (ABRACE) participou de uma expedição ao rio Solimões, estudando as condições de vida da população ribeirinha. A expedição durou 35 dias e percorreu um trecho de 1.200 km do alto e médio Rio Solimões, visitando 11 municípios, cinco comunidades ribeirinhas e seis aldeias indígenas da etnia Tikuna. A população estimada dos locais visitados, segundo dados das prefeituras locais, é de 176.128 habitantes; a população indígena das seis comunidades visitadas é de aproximadamente 9.010 habitantes, segundo a Fundação Nacional de Saúde. A população deste estudo é formada por 1.575 crianças de 0 a 12 anos (75% das crianças atendidas pela equipe médica). Foram realizadas avaliação antropométrica, coleta de dados sobre sexo, idade, situação vacinal, período de aleitamento materno e presença de doenças no momento do atendimento. Os dados antropométricos foram comparados com a curva padrão de referência do National Center for Health Statistics (NCHS, 1977); os indicadores estatura/idade e peso/estatura foram avaliados pelos respectivos escores Z, classificando as crianças em desnutridas quando estavam inferiores a dois desvios-padrão da mediana de referência. A cronicidade do processo de desnutrição foi identificada pelo índice baixa estatura para idade e a desnutrição aguda pelo índice de baixo peso para altura.
Palavras-chave em inglês: Brazil
Health of Indigenous Peoples
Indians, South American
Palavras-chave: Região Amazônica
Amazonas
DeCS: Brasil
Saúde de Populações Indígenas
Índios Sul-Americanos
Saúde da Criança
Avaliação em Saúde
Avaliação Nutricional
Data do documento: 2000
Editor: Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Referência: VIERA, Alan Araujo; BRAGA, José Ueleres; MORAES, Claudia Leite. Condições de saúde e nutrição de crianças indígenas e não-indígenas que vivem às margens do rio Solimões, Estado do Amazonas, Brasil. Cadernos de Saúde Pública, v. 16, n. 3, p. 873-873, 2000.
DOI: 10.1590/S0102-311X2000000300039
ISSN: 0102-311X
Direito autoral: open access
Tipo de Documento: Cartas
Aparece nas coleções:AN - Artigos de Periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
646116785.pdf12.17 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


O uso do material disponibilizado neste repositório deve ser feito de acordo e dentro dos limites autorizados pelos Termos de Uso.