Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/772
Title: O cuidado prestado à criança pela família e comunidade indígena na percepção dos profissionais de saúde
Advisor: Boehs, Astrid Eggert
Authors: Ferraz, Lucineia
Abstract: Este estudo teve como objetivos levantar as percepções dos profissionais das equipes de saúde da família sobre os cuidados que a família e comunidade indígena prestam às suas crianças e levantar as percepções dos profissionais das equipes de saúde da família sobre o cuidado profissional na assistência às crianças indígenas. Foram utilizados alguns conceitos do referencial teórico de Madeleine Leininger e as políticas nacionais relacionadas a saúde dos povos indígenas, saúde da criança e atenção básica. Trata-se de um estudo descritivo de natureza qualitativa do qual participaram nove profissionais de saúde de duas equipes da ESF atuantes em terras indígenas, no estado de Santa Catarina. Para a coleta dos dados, foram realizadas entrevistas semiestruturadas. Os dados foram analisados segundo a proposta de análise de Leininger. Os resultados apontam que os informantes são profissionais jovens e estão há pouco tempo nas equipes, o que evidencia uma alta rotatividade nas mesmas. Destaca-se a falta de formação específica para atender essa população. Na percepção dos profissionais sobre os cuidados prestados as crianças, identificam que o principal cuidador é a mãe, que conta com o apoio familiar e comunitário. O cuidado no qual há maior concordância entre os profissionais e a população atendida é o aleitamento materno. As crianças recebem mais cuidados nos primeiros meses de vida, entretanto, à medida que elas crescem precisam “se virar sozinhas”. Com relação a percepções sobre as suas próprias atividades no cuidado às crianças indígenas, destacaram-se as contradições entre o desejo de respeitar as crenças, as práticas e a ansiedade da resolutividade dos cuidados profissionais. Foram enfatizadas pelos informantes as dificuldades na comunicação entre trabalhador e população assistida. Os profissionais avaliam os cuidados familiares prestados a criança indígena na perspectiva de sua cultura profissional e demonstram dificuldades em avaliar esses cuidados na perspectiva da cultura das 12 famílias. Ao final, acredita-se que conhecer os sistemas de cuidado popular é uma estratégia importante para auxiliar o sistema profissional a planejar uma assistência sensível ao modelo transcultural do cuidado em saúde. Para tanto, a formação profissional em saúde deve considerar que, para uma assistência congruente, faz-se necessário o (re)conhecimento e valorização das diversidades culturais de viver e cuidar em saúde.
Keywords: Brasil
Índios Sul-Americanos
Saúde de Populações Indígenas
Região Sul
Guarani
Saúde da Criança
Santa Catarina
Kaingang
Cuidados de Saúde
Pesquisa Qualitativa
Pessoal da Saúde
Trabalho em Saúde
Antropologia da Saúde
DeCS: Brasil
Índios Sul-Americanos
Saúde de Populações Indígenas
Saúde da Criança
Atenção à Saúde
Antropologia da Saúde
Issue Date: 2010
Citation: FERRAZ, Lucineia. O cuidado prestado à criança pela família e comunidade indígena na percepção dos profissionais de saúde. 2010. 121 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2010
Place of defense: Florianópolis/SC
Defense institution: Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências da Saúde.
Copyright: open access
Appears in Collections:AS - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
945665597.pdf1.23 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.