Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/849
Título: Prevalência da infecção pelo vírus da hepatite B e resposta imune a vacina recombinante contra hepatite B com esquema adaptado em população indígena menor de 15 anos do Alto Xingu
Autor(es): Grajcer, Bettina
Resumo: A Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) - Escola Paulista de Medicina (EPM) desenvolve um programa no Parque Indigena do Xingu (PIX) desde 1965. Este estudo buscou identificar o contato da populacao do Alto Xingu com o VHB antes do inicio da vacinacao contra a hepatite B, atraves da analise das criancas ate 15 anos, assim como avaliar a imunidade adquirida apos esquema alternativo de tres doses (aos 0, 4 e 11 meses) da vacina. Quatro tribos participaram do estudo: Ikpeng, Aueti, Kuikuro e Meinaco. Antes da vacinacao foram colhidas amostras pelo metodo de papel de filtro, encontrando-se uma prevalencia para o anti-HBc de 3,5 por cento. Apos a terceira dose da vacina, esta analise foi repetida no sangue total, encontrando-se uma prevalencia de 6,9 por cento, com 1,6 por cento de portadores cronicos. Ficou demonstrada uma baixa sensibilidade da tecnica de papel de filtro. Analisando-se a prevalencia do anti-HBc por tribos, temos: Ikpeng 14,3 por cento, Aueti 4,8 por cento, Meinaco 3,5 por cento e Kuikuro 1,6 por cento. A tribo lkpeng, que mostrou maior prevalencia, localiza-se na transicao entre o Alto e o Baixo Xingu, regiao com alta endemicidade dos marcadores do VHB. Alem disso, foram os unicos introduzidos no PIX mais recentemente, transferidos de uma regiao Amazonica mais ao Norte, area com altas taxas da infeccao. Os habitos culturais, condicoes de higiene e moradia, a concentracao populacional, as frequentes lesoes de pele e a participacao de insetos hematofagos parecem ter papel importante na transmissao do VHB na regiao. 0 esquema alternativo de vacinacao contra a hepatite B conferiu uma otima soroprotecao, e 98,7 por cento dos individuos apresentaram titulos de anticorpos protetores (anti-HBs >10mUllml)
Palavras-chave: Brasil
Índios Sul-Americanos
Região Norte
Saúde de Populações Indígenas
População Indigena
Região Amazônica
Vacinação
Hepatite B
Amazonia
Alto Xingu
Vacinas contra Hepatite B
DeCS: Brasil
Índios Sul-Americanos
Saúde de Populações Indígenas
Região Amazônica
Vacinação
Hepatite B
Vacinas contra Hepatite B
Data do documento: 2001
Referência: GRAJCER, Bettina. Prevalência da infecçãoo pelo vírus da hepatite B e resposta imune a vacina recombinante contra hepatite B com esquema adaptado em população indígena menor de 15 anos do Alto Xingu. 2001. 105 f. Tese - Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2001
Local de defesa: São Paulo/SP
Instituição de defesa: Universidade Federal de São Paulo
Direito autoral: restricted access
Aparece nas coleções:TR - Teses de Doutorado

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


O uso do material disponibilizado neste repositório deve ser feito de acordo e dentro dos limites autorizados pelos Termos de Uso.