Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/866
Title: Herdabilidade de traços relacionados a adiposidade, homeostase da glicose e perfil lipídico na população indígena xavante
Advisor: Moisés, Regina Célia Mello Santiago
Authors: Santos, Marcia Costa dos
Abstract: Objetivo: Os índios Xavante representam uma população geneticamente isolada com alta prevalência de obesidade, diabetes mellitus tipo 2 e síndrome metabólica Os objetivos deste trabalho foram caracterizar o perfil lipídico, estimar a herdabilidade de traços relacionados às medidas de adiposidade, homeostase da glicose e perfil lipídico e; investigar a presença de pleiotropia entre os componentes lipídicos nesta comunidade indígena brasileira. Métodos: A população estudada foi composta de 955 indivíduos Xavante não miscigenados e com idade média de 42 ± 19.2 anos. Os participantes foram submetidos a exame físico incluindo medidas de IMC (índice de massa corporal) e circunferências abdominal e de quadril. O gordura corporal foi avaliada através de bioimpedância e do índice de adiposidade corporal (BAI). Foram avaliados os níveis séricos de glicemia jejum, glicemia 2h após sobrecarga com 75g de glicose, peptídeo C, adiponectina, colesterol total, LDL- c, HDL-c, VLDL-c, apolipoproteina A1 e apolipoproteina B. A herdabilidade (h2) e correlações genética e ambiental foram estimadas através da análise dos componentes de variância (modelo poligênico), com modelos sem ajuste e modelos ajustados para idade e sexo, usando o programa SOLAR. Heterogeneidade entre os sexos na estimava de herdabilidade foi avaliado em ambos os modelos. Resultados: A prevalência de dislipidemia, principalmente de HDL-c baixo ou triglicérides elevados, foi de 77.5%, maior em homens que mulheres (82.7% vs 72.5%; p:0.0002). Risco cardiovascular elevado (definido como relação apolipoproteina B: apolipoproteina A1 > 0.9 em homens e > 0.8 em mulheres) foi observado em 15.9% dos indivíduos. Exceto pela glicemia 2h pós-sobrecarga com glicose, todas as demais variáveis apresentaram herdabilidade significante. Os traços que apresentaram estimativas de herdabilidade alta a moderada, sob modelo ajustado foram: circunferência abdominal (0.55), IMC (0.49), gordura corporal total (0.45), circunferência de quadril (0.46), BAI (0.36), colesterol total (0.45) e LDL-c (0.36). Estimativas de herdabilidade para traços relacionados à homeostase da glicose foram menores, variando de 0.15 a 0.35. As mulheres apresentam maior herdabilidade que os homens para IMC, BAI, gordura corporal total e circunferências de quadril e abdome. Correlações genéticas elevadas foram observadas entre os seguintes pares de lipoproteínas: colesterol total e LDL-c e apo B; VLDL-c e apo B, triglicerídeo e colesterol total e, entre LDL-c e apo B. Conclusão: Na população indígena Xavante observamos alta prevalência de dislipidemia, principalmente devido hipertrigliceridemia e baixo HDL-c. Identificamos participação importante dos fatores genéticos na determinação de traços relacionados à adiposidade e perfil lipídico. Os traços relacionados à homeostase da glicose também apresentam herdabilidade significante, porém em menor magnitude. Por fim, identificamos pleiotropia entre alguns pares de lipoproteínas indicando que um mesmo grupo de genes atua na regulação destes traços.
Keywords: Brasil
Índios Sul-Americanos
Saúde de Populações Indígenas
Epidemiologia
Xavante
Antropometria
Estudos Epidemiológicos
Genética Humana
Índice de Massa Corporal
Estado Nutricional
Avaliação Nutricional
Sobrepeso e Obesidade
Doenças Endócrinas, Nutricionais e Metabólicas
Inquéritos de Saúde
Impedância Elétrica
Issue Date: 2016
Citation: ANTOS, Marcia Costa dos. Herdabilidade de traços relacionados a adiposidade, homeostase da glicose e perfil lipídico na população indígena xavante. 2016. 169 f. Tese (Doutorado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2016.
Place of defense: São Paulo/SP
Defense institution: Universidade Federal de São Paulo . Escola Paulista de Medicina
Copyright: restricted access
Appears in Collections:AN - Teses de Doutorado

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.