Please use this identifier to cite or link to this item: http://ds.saudeindigena.icict.fiocruz.br/handle/bvs/907
Title: Medicina e antropologia: atenção à saúde no serviço de proteção aos índios (1942-1956)
Advisor: Lima, Nísia Trindade
Authors: Brito, Carolina Arouca Gomes de
Abstract: Busca caracterizar e compreender como as ações de atenção à saúde indígena no Serviço de Proteção aos Índios (SPI) eram realizadas e desenvolvidas. O período a ser analisado compreende os anos de 1942 1956, respectivamente, o ano da criação da Seção de Estudos (S.E.) do SPI, reconhecido pela literatura que tem se dedicado ao tema como o momento de importantes mudanças no referido órgão, a partir de uma reorientação voltada para a valorização das ciências sociais em sua estrutura administrativa; e o ano em que Darcy Ribeiro deixa o cargo de etnólogo e chefe da S.E. Nesse contexto, dedico importante espaço de análise à proposta para a criação de um Serviço de médico-sanitário do SPI , que sugeriria uma vinculação entre os saberes médicos e antropológicos na promoção de melhorias sanitárias aos grupos indígenas sob sua proteção. Para compor essa discussão, analiso também outras fontes documentais em diferentes recortes temporais, (com o objetivo de caracterizar o desenvolvimento do espectro da assistência no âmbito do SPI), como os Relatórios Oficiais ao Ministério da Agricultura e os Boletins Internos, este último com maior foco, a fim de se observar as demandas salientadas pelos chefes dos postos indígenas. Destaco que denúncias e registros sobre surtos epidêmicos, falta de assistência às populações e fragilidade do SPI constavam nos relatórios e inquéritos realizados pelo Serviço, desde suas origens até a década de 1950. Os problemas apontados consistiam na falta de material médico, de profissionais da saúde, além de constatações de prejuízos advindos do processo de aculturação, dado o impacto do convívio entre indígenas e civilizados. Desde a década de 1920, registrava-se naqueles documentos que a notável dificuldade sanitária enfrentada pelos grupos indígenas assistidos pelo SPI contribuiu largamente para o agravamento da diminuição demográfica indígena.
Keywords: Brasil
Índios Sul-Americanos
Saúde de Populações Indígenas
Atenção Primária à Saúde
Epidemias
Serviços de Saúde do Indígena
Antropologia da Saúde
Serviço de Proteção ao Índio (SPI)
DeCS: Brasil
Índios Sul-Americanos
Atenção Primária à Saúde
Epidemias
Serviços de Saúde do Indígena
Antropologia da Saúde
Issue Date: 2011
Citation: BRITO, Carolina Arouca Gomes de. Medicina e antropologia: atenção à saúde no serviço de proteção aos índios (1942-1956). 2011. 115 f. Dissertação (Mestrado) - Casa de Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2011
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Casa de Oswaldo Cruz
Copyright: open access
Appears in Collections:ASMT - Dissertações de Mestrado
PSSI - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
614824031.pdf3.53 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.